PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Virando o Jogo inicia terceira edição com mais de 700 jovens matriculados

2 de dezembro de 2021 - 14:26 # # # # # # # #

Ascom Vice-Governadoria - Texto

Um total de 760 jovens iniciaram nesta semana a terceira edição do Virando o Jogo, política pública do Governo do Estado que faz parte do Programa Superação e conta com a execução da Vice-Governadoria em parceria com a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). A ação, direcionada para jovens de 15 a 19 anos que não estudam e não trabalham, possui como principal objetivo a oferta de atividades de cunho socioeducativo, de qualificação profissional, na perspectiva de fomentar o retorno desse público ao ambiente escolar, além de fortalecer vínculos familiares e comunitários.

Neste momento, os matriculados realizarão ações visando à formação cidadã, primeira etapa do projeto. Diferentemente dos jovens que participaram da segunda edição, quando a passagem por essa fase foi via internet por conta do alto número de casos do novo coronavírus, para os participantes da terceira edição as aulas serão de forma presencial.

A vice-governadora Izolda Cela comentou sobre a importância do projeto para a vida de vários jovens abraçados pela ação. “Esses jovens passaram por situações na vida que os levaram a se desprender do ambiente escolar, e muitos estão sem um cenário ideal para trabalho. Jovem fora da escola é sempre um alerta aceso. O Virando o Jogo trabalha para conseguir ampliar as capacidades dessa garotada, para proporcionar uma vida de conquistas, de melhor trabalho, uma vida que possa ajudar o retorno de todas essas pessoas ao ambiente escolar e mais”, disse.

Carla da Escóssia, assessora especial da Vice-Governadoria, exaltou a política pública e também falou sobre uma possível expansão do Virando para outros municípios em 2022. “A gente está muito feliz com o início desta nova edição e vamos por mais. Nossa expectativa é que no começo do próximo ano já possamos abrir uma nova edição em Fortaleza, além de levar o projeto também para outras cidades cearenses”, contou.

Outras edições

Os jovens da primeira edição, iniciada ainda em 2019, concluíram sua formação e receberam os certificados no mês de novembro deste ano. Representantes dos 603 formados, inclusive, participaram de cerimônia com o governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, para celebrar a conclusão do curso.

A segunda edição, que teve seu início em maio deste ano, contou com mais de 1000 matriculados. Ainda em curso, os jovens atualmente estão realizando atividades referentes à etapa de qualificação profissional com aulas teóricas e práticas nas dependências do prédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC).

Além de Fortaleza, em 2020 o Virando o Jogo também foi expandido para o município de Sobral. Na cidade, a ação atende 175 jovens e adolescentes espalhados por três bairros: Cidade Dr. José Euclides (Terrenos Novos), Residencial Nova Caiçara e Vila União.

Áreas de atuação

Assim como na segunda edição, o Virando o Jogo irá atingir cinco áreas de Fortaleza e um total de 24 bairros. Os locais são escolhidos através de critérios que levam em conta dados socioeconômicos, números relativos à população na faixa etária de 15 a 19 anos, como índices de quantidade de jovens por área e evasão escolar, entre outros.

Área 01: Cais do Porto, Mucuripe, Dendê, Vicente Pinzón e Lagamar;
Área 02: Barra do Ceará, Carlito Pamplona, Moura Brasil e Pirambu;
Área 04: Autran Nunes, Bonsucesso, Genibaú, Granja Portugal e Pici;
Área 05: Bom Jardim, Granja Lisboa, Manoel Sátiro, Siqueira, Planalto Ayrton Senna;
Área 06: Barroso, Conjunto Palmeiras, Curió, Jangurussu e Passaré