PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Laço Branco: SPS debate campanha que engaja homens no combate à violência contra as mulheres

3 de dezembro de 2021 - 11:49 # # # #

Ascom SPS

SPS promove debate na próxima segunda-feira (6), em alusão ao Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Engajar cada vez mais homens e meninos na luta pela igualdade de gênero e pelo fim da violência contra as mulheres ainda é um desafio que a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) vem respondendo com políticas públicas e muitos diálogos entre sociedade civil e Governo. Na próxima segunda-feira (6), a partir das 14h, a Casa da Mulher Brasileira realiza o debate “Combater a violência é sim coisa de homem”, em alusão ao Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Participam do debate, o professor PHD em Direito Constitucional, Daniel Camurça; o major Messias, Comandante do Batalhão de Policiamento de Prevenção Especializada e o juiz Tiago Dias, titular do 2° Juizado Auxiliar da 7ª Zona Judiciária.

O professor universitário Daniel Camurça, destaca que hoje, mais do que nunca, se faz necessária a presença dos homens nos debates em torno do combate à violência doméstica. “É preciso rever conceitos, se questionar sobre o papel dos homens no cuidado diário das crianças, nos modelos de pais que são ou desejam ser, e mais importante: mostrar aos filhos que relações sólidas se constroem com amor, respeito, cumplicidade, presença e companheirismo”, pontua Daniel.

Ele ainda lembra que nenhum relacionamento saudável sobrevive com intolerância, misoginia, agressões psicológicas, verbais, financeiras e físicas. “Ser homem não significa ser violento, insensível e ausente”, destaca e observa que o companheiro deve saber ouvir, respeitar, incentivar, apoiar e colaborar com o crescimento profissional e pessoal de sua companheira.

O Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres foi instituído no Brasil no dia 6 de dezembro, através da Lei nº 11.489/2007. A data remete a um evento ocorrido em 1989, em Montreal, no Canadá, quando Marc Lepine invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, ordenou que os homens se retirassem e começou a atirar, assassinando 14 mulheres pelo fato de não suportar mulheres estudando Engenharia, um curso tradicionalmente masculino.

Daciane Barreto, coordenadora da Casa da Mulher Brasileira constata que dos anos 80 para os últimos anos os movimentos feministas e de mulheres conquistaram muita coisa, mas a violência ainda atinge e mata mulheres todos os dias no mundo. “Nós ainda vivenciamos o não lugar, a sub-representação, a violência dentro e fora das nossas casas e a exploração indevida da nossa sexualidade e só conseguiremos romper com isto através de um esforço coletivo, não só das mulheres, dos homens também, que precisam participar ativamente da desconstrução do machismo no dia a dia, seja em casa, no trabalho, na escola ou numa roda entre amigos”, ressalta Daciane.

A Campanha Brasileira do Laço Branco tem como objetivo sensibilizar, envolver e mobilizar os homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher. Suas atividades são desenvolvidas em consonância com as ações dos movimentos organizados de mulheres e de outras representações sociais que buscam promover a equidade de gênero, através de ações em saúde, educação, trabalho, ação social, justiça, segurança pública e direitos humanos.

Desde o mês de novembro a SPS vem desenvolvendo uma programação com rodas de conversa, debates e apresentações culturais. As ações fazem parte da campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, que iniciou no dia 20 de novembro e se encerra no dia 10 de dezembro.

Serviço

Debate: Combater a violência é sim coisa de homem

Data: 6 de dezembro (segunda-feira)

Horário: 14h

Local: Auditório da Casa da Mulher Brasileira / Rua Tabuleiro do Norte com Teles de Sousa, S/N – Couto Fernandes