PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Governador Camilo Santana assinou mensagem de lei que cria o Programa Ceará Filmes

4 de dezembro de 2021 - 08:56 # # # #

Ascom Secult Texto
Carlos Gibaja Fotos

No encerramento do Cine Ceará, na noite dessa sexta-feira (3), no Cineteatro São Luiz, o governador Camilo Santana assinou a mensagem de lei que institui o Programa Estadual de Desenvolvimento do Cinema e Audiovisual – o Ceará Filmes – e cria o Sistema Estadual do Cinema e Audiovisual e o Fundo Setorial do Audiovisual do Ceará. O Programa Ceará Filmes tem por objetivo o fomento ao desenvolvimento da produção do audiovisual cearense em conexão com a arte e cultura digital, promovendo os processos de criação, formação, exibição, distribuição, preservação, pesquisa e intercâmbio.

O anúncio se deu junto à entrega do troféu Eusélio Oliveira entregue pelo cineasta Rosemberg Cariry ao governador, com os aplausos para o audiovisual cearense na noite de premiações e encerramento do 31º Cine Ceará – Festival Iberoamericano de Cinema. Depois de uma semana, foi hora de se despedir do festival que esteve em cartaz no Cineteatro São Luiz e Cinema do Dragão. O encerramento contou com a exibição do mais novo longa-metragem de Karim Aïnouz, “Marinheiro das montanhas”, aplaudido por 15 minutos no Festival de Cannes.

Ao lado do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba; do presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão; do cineasta Rosemberg Cariry; e do cineasta e diretor do Cine Ceará, Wolney Oliveira, o governador Camilo Santana ressaltou a importância da lei que institui o Programa Ceará Filmes. “Hoje estamos assinando um projeto de lei que institui o programa de desenvolvimento do audiovisual cearense, com criação do Fundo Setorial para o Audiovisual e será o primeiro passo para que possamos consolidar a empresa Ceará Filmes”, pontuou o governador.

O secretário da Cultura Fabiano Piúba falou sobre o lançamento da 14ª edição do Edital Ceará de Cinema e Vídeo pela Secult Ceará, que destinará R$11 milhões ao setor no estado, e sobre a importância do Programa Ceará Filmes. “Estamos dando um passo de criação de uma política de Estado para a cultura e isso tem sido uma marca do governador Camilo Santana. Ele instituiu a lei que cria o Plano Estadual de Cultura, a Lei do Cultura Viva, a Lei do Plano de Cultura Infância, dentre outras, incluindo, em breve, a nova lei do Sistema Estadual de Cultura do Ceará, para estruturar toda a política cultural, mas que, sobretudo, traz três palavras fundamentais para o fomento às artes e à cultura no nosso estado: a simplificação, e desburocratização e modernização”, destacou.

Já o cineasta Rosemberg Cariry, ao entregar o troféu Eusélio Oliveira ao governador Camilo Santana, destacou o papel de sua gestão no Governo do Estado para a cultura. “Essa homenagem que o Cine Ceará faz ao governador é uma homenagem pelo muito que ele fez e continua fazendo pela cultura e pelo cinema do Ceará. Eu acho que, mais do que isso, é reconhecimento dos cearenses à sua postura corajosa, digna de um democrata que tem conseguido levar o estado do Ceará com equilíbrio diante de um país que está em ruínas e cercado de obscuridades”, ressaltou.

 

 

Ouça

O governador Camilo Santana destacou que a criação do Ceará Filmes representa o compromisso da atual gestão com o investimento e a valorização da cultura através das diversas linguagens.