PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Hora de Plantar 2022 deverá beneficiar 157 mil agricultores

8 de dezembro de 2021 - 15:54 # # # # #

Ascom SDA - Texto
Helene Santos - Foto

A Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Governo do Ceará, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (CODAF), lançou na terça-feira (7) o novo Manual Operacional da 35ª edição do Projeto Hora de Plantar. Pela primeira vez, desde que foi criado, a execução do programa se dará previsto em lei como política pública.

Para o próximo período a meta do programa é beneficiar cerca de 157.400 agricultores de base familiar na concessão de 2.823,75 toneladas de sementes de diversas culturas. Dentre as sementes serão ofertadas, 386,24 toneladas de milho variedade, 2.087,51 toneladas de milho híbrido, 100 toneladas de feijão caupi e 250 toneladas de sorgo forrageiro.

Pelo Hora de Plantar 2021/2022 serão ofertados ainda 4.710 m³ de semente maniva; 450.000 mudas de cajueiro anão precoce, 7.830 mudas de acerola, 2.440 mudas de cajá, 9.910 mudas de goiaba, 12.070 mudas de manga e 1.710 mudas de umbu cajá; 11.536.500 raquetes de palma forrageira e fornecer 86.900 mudas de espécies florestais nativas.

No próximo período serão investidos cerca de R$ 20 milhões de recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) e do Tesouro do Estado, contando ainda com um aporte de R$ 819.855,00 do Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) através do programa Repalma.

“Queremos com o Hora de Plantar, instituído permanentemente pelo governador Camilo Santana, fortalecer a agricultura familiar, utilizando sementes e mudas e outros materiais de elevado potencial genético que propiciem o aumento da produtividade das culturas e melhorem o nível de renda dos nossos agricultores, homens e mulheres do campo que tanto esperam com fé a oportunidade certa para colher os bons frutos do chão”, ressalta o titular da SDA, Francisco De Assis Diniz.

A estimativa do Valor Bruto da Produção, com base neste investimento, é da ordem de R$ 723.408.360,00, atendendo a 150.245 agricultores com a geração de 25.129 empregos diretos no campo.

Acesse ao Manual Operacional aqui.