PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Novo decreto: passaporte de vacinação será obrigatório em equipamentos públicos do Ceará

10 de dezembro de 2021 - 20:37 # # # # # # #

Roberto Leite - Ascom Casa Civil - Texto
Carlos Gibaja - Fotos

Em transmissão pelas redes sociais, nesta sexta-feira (10), o governador Camilo Santana, ao lado do secretário da Saúde Marcos Gadelha, anunciou decisão tomada pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia: a partir do dia 20 de dezembro será obrigatório passaporte de vacinação para acessar equipamentos públicos do Ceará.

Essa medida é a única mudança para o novo decreto em relação ao anterior.

“A única decisão que tomamos no Comitê é estabelecer, dentro das atividades públicas, dentro dos estabelecimentos públicos do Ceará, a obrigatoriedade da apresentação do passaporte nos estabelecimentos do Governo do Estado do Ceará. Isso não será a partir da próxima semana, mas a partir do dia 20. Nada mais do que o poder público dar o exemplo”, frisou.

O intervalo para o início da obrigatoriedade, a partir do dia 20, se dará para que a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) defina os protocolos e critérios a serem adotados para os diferentes equipamentos do Governo.

Números da pandemia

Camilo destacou que os números da pandemia de Covid-19 no Ceará permanecem estáveis. Com isso, o que estava previsto no decreto divulgado há duas semanas continua em vigor.

O secretário Marcos Gadelha ressaltou a porcentagem de vacinados no Ceará. “A gente vem aumentando o percentual de municípios com cobertura vacinal. Hoje, no Ceará, nós só temos um município com baixa cobertura vacinal. Não estamos tendo aumento no número de casos e não estamos tendo aumento no número de óbitos. A positividade também não vem aumentando”.

O Ceará tem, atualmente, 75 municípios com mais de 80% de imunizados e 108 entre 50% e 80% de percentual de esquema vacinal básico completo.

Vacinação

O governador Camilo Santana ressaltou ainda a importância de as pessoas estarem atentas ao ciclo de vacinação com reforços para que a pandemia, enfim, termine e que todos possam voltar à normalidade, sem nenhum tipo de restrição.

E ainda falou sobre o monitoramento da variante Ômicron do coronavírus, que foi encontrada pela primeira vez na África do Sul.

“O que estamos fazendo é monitorar essa variante Ômicron, que surgiu na África, e preocupa o mundo inteiro os efeitos dessa variante. O número de casos na Europa tem aumentado. Então, o que temos feito é acompanhar esse comportamento que vem acontecendo em outros continentes. Por isso, a importância da vacinação, de as pessoas tomarem o reforço. Muitas pessoas não têm ido tomar a terceira dose. Lembrando que os estudos já mostraram que quando vai passando o tempo, o efeito dos anticorpos vai diminuindo. Portanto, a terceira dose é fundamental para que você recupere os anticorpos e evite sintomas graves da doença”, disse Camilo Santana, ressaltando que uma pesquisa da USP mostrou que 93% das pessoas que morreram de Covid-19 no Ceará, de março deste ano até o último mês de novembro, não haviam se vacinado.

Camilo Santana pediu ainda que os municípios não desativem os seus equipamentos de vacinação neste fim de ano para que a vacinação não seja interrompida durante este período.