PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Corpo de Bombeiros resgatou mais de 600 banhistas durante 2021

10 de janeiro de 2022 - 10:32 # # # # # #

Ascom CBMCE - Texto e fotos

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) resgatou, ao longo de 2021, 601 banhistas em todo o território estadual. O balanço de 2021 é superior aos anos de 2019 e 2020, quando militares da corporação salvaram 404 e 445 banhistas, respectivamente.

Entre os salvamentos realizados em 2021, 306 foram de cearenses, enquanto os demais eram de pessoas nativas de outros estados e países.

Além dos cearenses, foram resgatados: cinco acrianos, dois alagoanos, três capixabas, seis mato-grossenses, sete paraenses, nove paraibanos, sete pernambucanos, quatro fluminenses, sete roraimenses, quatro gaúchos, quatro tocantinenses, 21 amazonenses, 39 piauienses, 25 brasilienses, 10 goianos, 16 maranhenses, 51 mineiros, 11 sul-mato-grossense e 58 paulistas. Além dos brasileiros, ainda foram resgatados seis estrangeiros da Alemanha, França, Itália, Estados Unidos e Argentina.

“O Batalhão de Busca e Salvamento [BBS] viabiliza guarda-vidas, além de quadriciclos, viaturas quatro por quatro e motos aquáticas com o apoio de ambulâncias do tipo resgate do Batalhão de Socorro de Urgência (BSU) e placas de sinalização. Atuam na prevenção e salvamentos de banhistas a 1ª e 2ª Companhias de Salvamento Marítimo do Batalhão de Busca e Salvamento, a 3ª Companhia do 4º Batalhão de Bombeiros Militar (3ªCia/4ºBBM), com sede em Aracati, a 5ª Companhia do 3º Batalhão de Bombeiros Militar (5ªCia/3ºBBM) com sede em Itapipoca, e do Posto Avançado de Jericoacoara”, detalha o major Chailon Fonteles, comandante da 1ª Companhia de Salvamento Marítimo do Batalhão de Busca e Salvamento (1ªCSMar/BBS).

Além dos resgates a banhistas, o CBMCE realizou 102.366 ações de prevenção. A corporação ainda encontrou 67 crianças e idosos que estavam perdidos e entregou aos seus responsáveis.