PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Tomate tem queda de 42,11% em seu preço na Ceasa Maracanaú

25 de janeiro de 2022 - 15:25 # # # # # #

Kélvia Fernandes - Ascom Ceasa - Texto
Thiara Montefusco - Foto

A semana segue apresentando queda significativa no preço de alguns produtos no entreposto da Ceasa em Maracanaú. De acordo com Odálio Girão, analista de mercado da Ceasa-CE, as boas colheitas nos pomares estão beneficiando o consumidor e levando alguns produtos a apresentarem queda em seus preços.

Nas hortaliças, o impacto maior foi no preço do tomate cajá, que teve queda de (-42,11%), passou de R$ 7,60 para R$ 4,40/kg. A batata inglesa declinou (-27,27%), saiu de R$ 4,40 para R$ 3,20/kg, o tomate longa vida caiu (-20,0%), está custando R$ 5,60/kg e a abóbora de leite (-20,0%), saiu de R$ 2,50 para R$ 2,00/kg.

Queda também no preço do abacate Betânia (-27,27%) que está a R$ 4,00/kg e da seriguela, que teve declínio significativo de (-30,0%), saindo de R$ 4,00 para R$ 2,80/kg.

“A quadra chuvosa será boa neste ano e vamos ter uma boa safra de alimentos no Ceará. Os preços de produtos que o consumidor costuma comprar com frequência, como o feijão de corda e carioca, tendem a continuar caindo. Alguns itens, como o milho verde, já estão mais baratos. Esperamos uma queda média em torno de 20% em alguns produtos”, destaca Girão.

Ainda segundo Odálio Girão, a tendência de retração dos preços, além da projeção de boa quadra chuvosa, também está ligada ao fim da safra antiga no Estado. “O produtor que tem mercadoria armazenada vai começar a colocar os itens no mercado, aumentando a oferta e reduzindo os valores, para esperar a nova safra, que deve sair em março ou abril. Os grãos, por exemplo, vão chegar ao consumidor bem mais em conta”, explica ele.