PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Profissionais da Rede Sesa têm acesso à assistência remota voltada para transtornos mentais relacionados ao trabalho

27 de janeiro de 2022 - 15:35 # # # # # # #

Suzana Mont'Alverne - Ascom Sesa - Texto
Francisco Oliveira - Arte gráfica

Discussões sobre saúde mental têm ganhado destaque na atualidade, principalmente no contexto da pandemia de covid-19. Com os números de casos pela doença aumentando, além da imposição de medidas restritivas, como o isolamento, profissionais da Saúde têm enfrentado sobrecarga emocional. Por atuarem de forma direta no combate à pandemia, estes trabalhadores têm de lidar com estresse, ansiedade e outros transtornos mentais.

Compreendendo a importância dos profissionais da área no cenário atual e que o sofrimento psíquico afeta as relações, sejam elas pessoais ou de trabalho, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (Cerest), possui um canal de acolhimento com assistência multiprofissional para auxiliar na integralidade do bem-estar de profissionais da Rede Sesa.

A coordenadora do Cerest, Mara Tavares, comenta que parte dos trabalhadores da Saúde tem dificuldades com o autocuidado. “Com tanta responsabilidade no processo de cuidado com o outro, com os pacientes, os profissionais acabam naturalizando esse adoecimento mental e isso faz com que eles não procurem ajuda“.
Assistência ao trabalhador

Ao entrar em contato com o serviço, o usuário é acolhido, passa por anamnese (levantamento dos sintomas) e, após avaliação, é encaminhado ao atendimento mais adequado para o seu diagnóstico.

O suporte remoto é feito pelo telefone (85) 3101-5343, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas. A assistência possui uma equipe formada por enfermeiro, psiquiatra, terapeuta ocupacional, assistente social e fonoaudiólogo.

A Sesa reforça que todo caso de sofrimento emocional, em suas diversas formas de manifestação, tais como choro fácil, tristeza, medo excessivo, doenças psicossomáticas, agitação, entre outros sintomas, podem indicar o desenvolvimento ou agravo de transtornos mentais. “Todo trabalhador da Sesa que manifestar sinais e sintomas psicológicos de adoecimento mental relacionados ao trabalho deve buscar atendimento”, orienta Tavares.

Serviço

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest)
Fone: (85) 3101-5343
E-mail: cerest@cerest.ce.gov.br
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h