PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Chorozinho ganha escola de Ensino Médio em Tempo Integral

14 de fevereiro de 2022 - 13:59 # # # # # #

Fhilipe Augusto - Comunicação Institucional - Texto
Carlos Gibaja e Helene Santos - Ascom Casa Civil - Fotos

A nova unidade tem capacidade para atender até 270 alunos. O investimento foi de R$ 5,6 milhões

O Governo do Ceará entregou mais uma unidade escolar em tempo integral para a população. Nesta segunda-feira (14), foi inaugurada em Chorozinho a Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Luizete Albano de Freitas Menezes, com capacidade para atender até 270 alunos. O investimento na construção do prédio e aquisição de equipamentos e mobiliário foi de R$ 5,6 milhões, oriundos de recursos do Estado e da União.

Uma das prioridades do Governo do Ceará, a educação pública é vista como pilar transformador da sociedade, segundo o governador Camilo Santana. “Eu e a Izolda (Cela) somos de uma geração que acredita que o grande caminho é a educação. Se pegarmos os livros de história, os países que cresceram investiram na educação. Ela liberta, dá oportunidades, diminui desigualdades. Estamos construindo um futuro melhor para o Ceará e precisamos ter muito orgulho disso. Ao longo dos últimos 15 anos, que começou com a Izolda, a cada ano o Ceará se destaca mais nos resultados educacionais”, destacou o chefe do Executivo Estadual.

A Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Luizete Albano de Freitas Menezes possui seis salas de aula, biblioteca, salas de vídeo e do grêmio estudantil, laboratórios de ciências, matemática e dois de informática, além de refeitório, quadra e anfiteatro.

As unidades escolares do Estado seguem um padrão de qualidade para gerar um ambiente propício ao ensino. Izolda Cela, vice-governadora do Ceará, reforçou a ideia de padrão adotada. “Dar sequência a essa melhoria das estruturas onde os professores trabalham e os jovens são atendidos é um compromisso deste governo. Inclusive, nas escolas distantes das sedes, nos distritos, o padrão é o mesmo. Não tem mais aquela ideia de antes de que porque a escola está no distrito pode ser uma escola pela metade. Não é assim. Então, é muito importante que a gente tenha nos projetos educativos esse compromisso de transmitir coisas boas para a juventude”, enfatizou Izolda.

Filho da homenageada que dá nome à escola, o prefeito Júnior Castro ressaltou o amor que sua mãe tinha pela área educacional. “Mamãe era professora por vocação e gostava de fazer educação. Ela participava dos movimentos sociais e era representante do sindicato Apeoc. Lutava por esta cidade como ninguém e foi quem nos estimulou a entrar para a vida pública. É por ela que estamos hoje fazendo esta gestão com base em resultados e tendo a oportunidade de entregar esta escola em homenagem a ela, que sempre lutou por Chorozinho”, disse o gestor municipal.

Dentre os beneficiados com a nova estrutura está a adolescente Brenna Bandeira, de 15 anos. Aluna da 2ª série do Ensino Médio, a garota está adorando a nova escola. “Tudo aqui é mais novo, mais bem estruturado. A escola inteira está incrível, dando mais conforto para a gente. Os laboratórios são ótimos, tudo é novo, com algo a mais que não tínhamos na outra escola”, comentou a estudante.

Tempo integral para dar mais oportunidade

A EEMTI Luizete Albano de Freitas Menezes é uma das 261 escolas estaduais desta modalidade e uma das 392 que funcionam em tempo integral, considerando também as de educação profissional. Atualmente, 60% da rede do Governo do Ceará de Ensino Médio é em tempo integral, com uma jornada diária de sete a nove horas de atividades, e até três refeições diárias. O expressivo percentual foi alcançado com o anúncio recente da transformação de mais 68 escolas para esse padrão.

O Governo do Ceará tinha planejado terminar 2022 com metade das suas escolas públicas de Ensino Médio em tempo integral, mas alcançou esse número um ano antes, conforme informou a secretária da Educação, Eliana Estrela. “Uma escola em tempo integral oportuniza mais tempo junto com alunos, com professores, com os servidores na construção do seu conhecimento. O governador tinha a meta de ter 50% de escolas em tempo integral e nós ultrapassamos ainda no ano passado. Esse ano ele já anunciou a ampliação para 60% e esta é uma dessas escolas que já está fazendo parte”, enfatizou a titular da Seduc.