PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Domingo tem mais Viva o Parque no Cocó, Curió e Maranguapinho

25 de fevereiro de 2022 - 15:39 # # # #

Ascom Sema

Com programação gratuita, neste domingo (27), acontece mais uma edição do Viva o Parque em três Unidades de Conservação (UCs) estaduais: no Parque Estadual do Cocó, na Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) do Sítio Curió e na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Maranguapinho. No Cocó, funciona de 7h às 12h, no Curió e no Rio Maranguapinho, de 8h às 12h. Excepcionalmente o projeto está suspenso no Parque Estadual Botânico do Ceará, em Caucaia, devido às obras de melhoria na UC.

A programação é totalmente gratuita. Tem yoga, tai chi chuan, biodança, zumba, dança de salão, aeróbica, slackline, recreação infantil com contação de história, brincadeiras tradicionais, oficinas, circuito de cross kids, cama elástica, parede de escalada e outras mais. O Viva o Parque é uma realização do Governo do Ceará, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema). “Oferece aos cearenses a oportunidade de aproximar-se da natureza por meio de práticas esportivas, lazer, recreação e educação ambiental, em áreas verdes públicas”, disse o titular da Sema, Artur Bruno.

Oficinas

Na Tenda Infantil do Curió, que sempre traz uma programação mais voltada para o público infantil, e no Maranguapinho, vai ter oficina para a garotada aprender como confeccionar máscaras a partir de materiais recicláveis. No Cocó, sábado (26) e domingo (27), os educadores ambientais da UC promovem oficinas de produção de mudas, uma parceria da Sema com o Serviço Social da Indústria e Comércio (Sesc). As atividades acontecem de 8h às 12h, no Viveiro Aflorar, na área Padre Antônio Tomás, do Cocó. Para evitar aglomerações, cada oficina receberá até dez pessoas.

Mesmo ao ar livre, todos devem se prevenir da Covid-19. Durante o tempo de permanência nas unidades de conservação estaduais, é obrigatório o uso da máscara e a manutenção do distanciamento, inclusive durante as trilhas. Caso o visitante participe de oficinas ou necessite adentrar em áreas fechadas dos parques, como salas , auditórios e outros, deve apresentar comprovante de vacinação.