PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

ESP/CE capacita tutores para formação em saúde mental e atenção psicossocial

29 de abril de 2022 - 17:01 # # # #

Daniel Araújo - Ascom Sesa Texo
Raiane Ferreira Fotos

Programa é composto por cinco cursos

Iniciativa de caráter pioneiro no Brasil, o projeto Cuidados em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Smaps): Avaliação, Manejo e Seguimento nos Territórios, realizou, nesta sexta-feira (29), oficina presencial. O evento ocorreu na sede da Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Rodrigues (ESP/CE), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), e reuniu gestores e profissionais de saúde que atuarão como replicadores dentro do programa.

A diretora de Educação e Extensão da ESP/CE, Olivia Bessa, recepcionou os participantes e falou da importância da efetividade dos cursos de formação na área da Saúde. “O que queremos é que, ao fim do curso, a gente incorpore esses conteúdos na nossa prática gerencial. Estamos atentos a isso para trazer propostas educacionais que possam ser um diferencial e que façam as mudanças e as transformações que a gente precisa no nosso ambiente de trabalho”.

As atividades do dia seguiram uma agenda de apresentação da proposta do Smaps, formação e exposição dos grupos de trabalhos a partir dos mapas dos serviços de Saúde Mental disponíveis no Ceará.

Luís Lopes é residente em Psiquiatria e atua como tutor durante a oficina. Mestre em Saúde da Família, ele diz que encontra, nesta iniciativa, a potencialidade de complementar a sua formação ao mesmo tempo que atua na capacitação de outros profissionais em Saúde Mental no Estado. “O que queremos é que os participantes se apropriem dessa metodologia e se transformem em agentes modificadores da sua realidade”, sugere.

Luís Lopes é residente em Psiquiatria e atua como tutor durante a oficina

Dando sequência ao planejamento da oficina, os profissionais voltaram a se reunir em grupos de trabalho e realizaram, no período da tarde, atividades de habilidades de comunicação, avaliação, manejo e segmento nos territórios cearenses de Saúde. De acordo com a equipe organizadora da oficina, a intenção é fazer um levantamento do que existe nos equipamentos de saúde e o que pode ser implantado a partir das estratégias possíveis no campo da assistência em saúde mental.

Smaps

Lançado pela ESP/CE em 2020 durante o contexto da pandemia de covid-19, o projeto Cuidados em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Smaps): Avaliação, Manejo e Seguimento nos Territórios baseia-se no Manual de Intervenções do programa Mental Health Gap da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS).

Ao todo, o programa é composto por cinco cursos: Introdutório; Clinico Básico 1: depressão e suicídio; Clínico Básico 2: psicoses e outros problemas importantes de saúde mental; Curso Avançado 1: saúde mental infantojuvenil; e Curso Avançado 2: álcool e outras substâncias. O curso introdutório, cuja oficina desta sexta-feira faz parte, é pré-requisito para participar dos módulos seguintes da formação.

Com carga horária de 40 horas, o curso tem como objeto a capacitação em saúde mental dos trabalhadores da Saúde a fim de que eles estejam preparados para dar respostas na ampliação do acesso ao tratamento de pessoas com condições prioritárias em saúde mental e uso de álcool e outras substâncias também em serviços não especializados.

Podem participar da formação profissionais de nível superior da rede pública ou suplementar da Saúde, além de trabalhadores da atenção primária e da Rede de Atenção Psicossocial.