PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Passaporte sanitário é mantido no Ceará com exigência de segunda dose ou dose única da vacina contra a covid-19

29 de abril de 2022 - 18:03 # # # # #

Ascom sesa Texto
Ascom Casa Civil Foto

Nesta sexta-feira, 29, após reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à covid-19, a governadora Izolda Cela publicou em suas redes sociais a decisão de que, mesmo com o cenário da pandemia no Estado em tendência de redução dos principais indicadores, está mantida a obrigatoriedade do passaporte sanitário nos estabelecimentos cearenses, com exigência de duas doses ou dose única da vacina.

As deliberações atualizadas estarão no decreto a ser publicado na próxima segunda-feira, 2 de maio. A governadora também afirmou que os especialistas escutados na reunião são enfáticos em reforçar a importância de todos os cearenses tomarem a dose de reforço para garantir a proteção coletiva.

Dados da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) mostram que as coberturas vacinais avançaram muito nos grupos mais vulneráveis do Estado e que mais de 91% dos idosos a partir de 60 anos já estão com a dose de reforço aplicada.

Mais de 19,7 milhões de doses de vacina contra a covid já foram aplicadas no Ceará, sendo 8 milhões de primeiras doses, 7,5 milhões de segundas doses e doses únicas, além de 4,2 milhões de doses de reforço.

Testagem gratuita mantida

Neste que é o momento de maior controle dos indicadores, com transmissão e casos confirmados da doença em baixos níveis, a Sesa mantém funcionando os postos de testagem gratuita no Centro e no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins.

A estrutura mantida no Centro da Capital fica localizada no Hotel Excelsior, na Praça do Ferreira (Rua Guilherme Rocha, 172), e atende às demandas espontâneas por ordem de chegada de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h. Há distribuição de senhas pela manhã e pela tarde, com capacidade de receber até 300 pessoas por dia.

No Aeroporto de Fortaleza, o Centro de Testagem para o Viajante é direcionado a passageiros em desembarque, com objetivo de manter uma barreira sanitária na principal porta de entrada de pessoas oriundas de outros estados ou países, reforçando a detecção de ameaças, como novas variantes.

Em ambos os CTs, os exames realizados são o de RT-PCR, com coleta por swab nasal (haste flexível nas narinas). Os resultados das testagens podem ser acompanhados pelos pacientes pela plataforma Saúde Digital, e ficam disponíveis para consultas entre 24 e 72 horas após a coleta da amostra.