PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

RMF apresenta redução de 36,4% nos crimes provocados por mortes violentas em abril; Ceará reduz 11,3%

3 de maio de 2022 - 15:59 # # # #

Ascom SSPDS

Com o fortalecimento do trabalho integrado das Forças de Segurança e com o emprego de tecnologias, o Ceará apresentou mais uma redução em seus indicadores criminais. O Estado apresentou uma retração de 11,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). O território com maior redução foi a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com queda de 36,4%. Os dados foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Em abril do ano passado, a Região Metropolitana de Fortaleza registrou 88 mortes provocadas por crimes violentos. Neste ano, no mesmo período, e com a intensificação do trabalho das Polícias cearenses, o território apresentou uma redução de 36,4%, contabilizando 56 casos. Já no período de janeiro a abril de 2021, a RMF contabilizou 333 mortes violentas. Tratando-se do quadrimestre deste ano, os crimes violentos tiveram queda de 24%, quando foram registradas 253 CVLIs.

Ceará

Seguindo a tendência de queda nos indicadores criminais, o Ceará também apresentou um resultado positivo. Em abril deste ano, a retração foi de 11,3%, quando foram contabilizadas 244 mortes contra 275 crimes violentos registrados em 2021. Outro dado importante é que também de janeiro a abril deste ano, o Estado apresenta redução de 7,6% nos CVLIs, quando 998 crimes foram registrados. No ano passado, no mesmo período, o Ceará teve 1080 casos.

O gestor da SSPDS, Sandro Caron, falou sobre a importância do trabalho integrado das Forças de Segurança que tem contribuído para as reduções nos indicadores criminais que o Estado vem registrando.

“Fechamos o primeiro quadrimestre do ano com uma significativa redução de homicídios quando comparado com o ano de 2021. É importante destacar que concluímos o ano passado com uma redução de 18% nos crimes violentos. Seguimos trabalhando com esse viés de queda que mostra que o resultado vem de um trabalho de continuidade, permanente e diário, além também das diversas prisões e apreensões realizadas e que contribuem para a queda desses números. Sabemos que temos que avançar, mas estamos no caminho certo e isso é graças ao trabalho incansável das Polícias Militar e Civil do Ceará, bem como dos profissionais de inteligência e outros integrantes do sistema de segurança pública”, pontuou o secretário.

Fortaleza

A retração dos índices também foi registrada na Capital. Em Fortaleza, a redução em abril foi de 2,9%, indo de 69 casos para 67. Já no quadrimestre, a redução foi de 8,8%, indo de 320 para 292. Os CVLIs incluem homicídios dolosos, feminicídios, latrocínios e lesão corporal seguida de morte.