PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Forças de Segurança do Ceará apreendem 2.312 armas de fogo no primeiro quadrimestre de 2022

5 de maio de 2022 - 16:39 # # # #

Ascom SSPDS

No primeiro quadrimestre de 2022, foram 2.312 armas de fogo retiradas de circulação em todo o estado. O balanço positivo representa um aumento de 16% no total de apreensões, em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 1.933 armas foram apreendidas pelas Polícias cearenses. Em Fortaleza, foram apreendidas, também no mesmo período, 714 armas, apresentando um aumento de 30% em relação ao mesmo período de 2021, quando 549 armas de fogo foram retiradas de circulação.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) já havia divulgado a redução de 11,3% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) no Ceará, em abril. O território com maior redução foi a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com queda de 36,4%. Os números fazem parte da estratégia adotada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) de fortalecer as ações integradas com foco na repressão ao crime e na desarticulação de organizações criminosas. Os dados foram compilados pela pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), instituição vinculada à SSPDS.

Ao todo, 2.312 armas de fogo foram apreendidas pelas Polícias cearenses nos quatro primeiros meses deste ano. O número é referente a todos os municípios pertencentes ao Estado. O secretário adjunto da SSPDS, Samuel Elanio, explicou a importância do aumento das apreensões. Ele também destacou o trabalho integrado realizado pelas Forças de Segurança cearense com ênfase no combate à criminalidade.

“Constatamos que com o trabalho das inteligências e os sistemas empregados nas Forças de Segurança, tivemos um aumento das apreensões de armas. Isso mostra o trabalho integrado que vem sendo realizado por todas as nossas forças policiais e vinculadas da Secretaria. É o empenho feito por todos, seja no viés operacional, seja no viés de inteligência. Isso demonstra que a cada dia estamos melhorando os nossos resultados. Trabalhamos para não permitir que mais armas entrem em território cearense, trazendo assim mais tranquilidade para a toda a sociedade cearense, bem como melhorar cada vez mais os índices criminais e a sensação de segurança em todo o Ceará”, frisou o secretário adjunto.

Abril

Somente em abril, 553 armas de fogo foram apreendidas em território cearense. O número representa um aumento de 9,1% em relação ao mesmo mês de 2021, quando ocorreram 507 apreensões.

Ao analisarmos os dados referentes à Capital, o mês de abril deste ano também apresentou um resultado positivo. Em todo o mês, 167 armas foram apreendidas durante ações ostensivas realizadas pelas Forças de Segurança. No ano passado, somente 159 armas foram retiradas de circulação.

Outras apreensões

Na última segunda-feira (2), Equipes do Comando Tático Motorizado (Cotam) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizaram as apreensões de cinco armas de fogo e de 63 munições. A ofensiva ocorreu em um terreno baldio, no bairro Jangurussu – Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza. Além da apreensão do material, dois homens foram capturados e autuados em flagrante. No mesmo bairro, no último dia 12 de abril, policiais militares também apreenderam seis armas de fogo. Na mesma ofensiva, um homem foi preso.