PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Idosos a partir de 70 anos podem tomar quarta dose da vacina contra a covid-19 no Ceará

5 de maio de 2022 - 14:32 # # # # #

Ascom Sesa Texto
Tiago Stille - Ascom Casa Civil Foto

Segundo reforço deve ser aplicado, também, em pessoas institucionalizadas com 60 anos ou mais; 400 mil pessoas no Estado compõem estes perfis

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) segue recomendação do Ministério da Saúde (MS), por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI), para a aplicação do segundo reforço (quarta dose) da vacina contra a covid-19 em idosos a partir de 70 anos e pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas (vivendo em lares de longa permanência). A Célula de Imunização (Cemun) da pasta estadual repassou a orientação nessa quarta-feira (4) aos 184 municípios cearenses, que já podem iniciar a estratégia com as doses em estoque.

No Ceará, a medida beneficia quase 400 mil idosos – que compõem os novos perfis contemplados na recomendação do MS. A Sesa lembra que compete aos municípios definir o planejamento para o alcance dos grupos elegíveis para a campanha de vacinação contra a doença. No entanto, é indicada a priorização das faixas etárias por ordem decrescente.

Para o segundo reforço, é necessário ter tomado a terceira dose há, pelo menos, quatro meses. O público apto a receber essa nova imunização deve seguir a orientação do seu município quanto ao agendamento, à convocação e aos locais de aplicação.

O secretário da Saúde, Marcos Gadelha, destaca que a vacinação é a principal estratégia de controle da pandemia. “O Ceará é um dos estados com maior porcentagem de população vacinada no País. Devemos seguir incentivando essa imunização para conseguirmos retornar à normalidade. Então, convocamos os cearenses a tomarem suas doses de reforço, assim como aqueles que ainda não iniciaram o esquema vacinal”.