PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Resultados do Projeto Paulo Freire nos últimos seis anos serão apresentados durante seminário

9 de maio de 2022 - 15:49 # # # # #

Ascom SDA - Texto e arte gráfica

Nos dias 10 e 11 de maio, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Governo do Ceará realizará o workshop Encontro de Avaliação Final do Projeto Paulo Freire. O evento online, durante dois dias, apresentará os principais resultados alcançados nos últimos seis anos de execução do projeto.

O evento tem como público-alvo os parceiros nos territórios de atuação do Projeto Paulo Freire (PPF): organizações da sociedade civil, sindicatos de trabalhadores/as rurais, secretarias de Agricultura, movimentos sociais, dentre outros.

O workshop contará com a participação da secretária do Desenvolvimento Agrário, Ana Teresa Barbosa de Carvalho, do Oficial de projetos FIDA no Brasil, Hardi Vieira e da coordenadora estadual do PPF, Íris Tavares.

A programação contará com a apresentação da pesquisa de impacto, realizada pela Universidade Federal de Viçosa-MG, e os resultados alcançados no desenvolvimento de capacidades e produtivo. Na ocasião, será lançado oficialmente o vídeo institucional do PPF.

Para dialogar sobre os resultados do projeto, os avanços e desafios para a política pública, o evento contará com os debatedores: professor Marcelo José Braga, diretor do Instituto de Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentado (IPPDS) da Universidade Federal de Viçosa (UFV). A profª aposentada da UFC e ex-coordenadora do Programa Residência Agrária, Gema Galgani, Paulo F. Petersen, coordenador executivo da AS-PTA e membro do Núcleo Executivo da Articulação Nacional de Agroecologia – ANA.

O Projeto de Desenvolvimento Produtivo e de Capacidades – Projeto Paulo Freire é uma política pública do Governo do Estado do Ceará por meio do Acordo de empréstimo com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), executado pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA). O projeto tem como propósito reduzir a pobreza e elevar o padrão de vida de agricultores e agricultoras familiares de 31 municípios cearenses, através da inclusão social e econômica de forma sustentável.