PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Instituições do âmbito trabalhista conhecem o modelo de gestão prisional do Ceará

19 de maio de 2022 - 14:56 # # # # # #

Ascom SAP -Texto e fotos

A Secretaria da Administração Penitenciária recebeu, nessa terça-feira (17), uma visita técnica de vários representantes de lideranças como o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e Ministério Público da União para apresentar a evolução do sistema penitenciário cearense.

Os membros foram acompanhados pelo secretário executivo, Rafael Beserra, que apresentou detalhadamente o modelo gerencial do sistema carcerário, os projetos práticos de reinserção social dos internos e os procedimentos implementados que consolidaram a segurança nos complexos que compreendem o sistema prisional.

As visitas ocorreram nas unidades Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II) e Unidade Prisional Professor José Sobreira de Amorim. Na ocasião, a comitiva também conheceu as empresas que fazem parte do projeto “Cadeias Produtivas”, onde oportuniza qualificação e trabalho para todos os internos que cumpram pena dentro do sistema penal.

O secretário executivo, Rafael Beserra, destaca as parcerias como ferramenta chave para dar continuidade na transformação do sistema. “Quanto mais integração entre as instituições maior vai ser a possibilidade de crescimento dos trabalhos a serem ofertados, tanto no sistema penitenciário, como no próprio estado do Ceará. Devemos fomentar cada vez mais essas parcerias no viés de buscar ressocialização dos internos através da capacitação, do estudo e do trabalho. Com isso seremos capazes de transformar essas pessoas e devolvê-las com dignidade e cidadania à sociedade cearense”, afirma.

O coordenador de intermediação de profissionais do IDT/Sine, Rubens Rodrigues, fala sobre a experiência no sistema prisional. “Temos uma parceria consolidada com a CISPE voltada para o encaminhamento e qualificação dos egressos. Estamos muito felizes com essa visita onde a gente oportuniza o fortalecimento maior dessa parceria em prol da reinserção do interno e do egresso no mercado de trabalho”, conclui.

O procurador regional do Ministério Público do Trabalho, Nicodemos Maia, comenta sobre o objetivo da visita. “Queremos implementar um termo de cooperação que nós temos com o Estado do Ceará e vários parceiros que estão envolvidos nessa política pública de inclusão do preso e do egresso em atividades produtivas. Eu acho importante o Estado receber o interno e transformá-lo dentro do sistema prisional em um cidadão proporcionando educação, capacitação e trabalho. Essa política pública deve ser uma política de Estado e não de governo. Pois o governo passa e o estado fica. Essa é a importância do ministério público está acompanhando e valorizando a sap pelo trabalho que vem sendo desenvolvido para garantir o princípio da dignidade humana”, disse.

O gerente de negócios estratégicos na área corporativa do sistema Fecomércio, Ronny Sudário, avaliou positivamente o desenvolvimento do sistema. “Já trabalho no sistema em parceria com a CISPE desde 2016 e fiquei surpreso com a evolução do período da nova gestão do secretário Mauro Albuquerque. Um dos motivos da nossa visita é conhecer as empresas e todo o trabalho desenvolvido nessa parte. Queremos elaborar um projeto de qualificação para os internos e também ampliar essas ações para os egressos do sistema prisional”, atenta.