PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Vicente Pinzón recebe sétimo território do Comando para Prevenção e Apoio às Comunidades

18 de novembro de 2022 - 11:38 # # # # # # #

Larissa Falcão - Ascom Casa Civil Texto
Tiago Stille e Carlos Gibaja Fotos

A prevenção qualificada é uma das marcas do Copac que acolhe e protege a população no entorno da base

O Governo do Ceará segue expandindo o policiamento de proximidade, fortalecendo relação de confiança e respeito entre comunidades e policiais. Assim, o sétimo território do Comando de Prevenção e Apoio às Comunidades (Copac) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi implantado pela governadora Izolda Cela, na manhã desta sexta-feira (18), no bairro Vicente Pinzón. Na ocasião, a população recebeu diversos serviços por meio da 23ª edição do Projeto Acolher, da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

Izolda Cela afirmou que a expansão tem sido feita de forma progressiva e planejada. “O Copac, que é fundamentado em evidências internacionais sobre esse tipo de ação policial, traz a presença de um efetivo que ficará na comunidade. As pessoas vão poder ser atendidas com mais rapidez. Além disso, tem os serviços especializados para a comunidade escolar, mulheres e outras ações que são foco da prevenção qualificada. A prevenção é sempre mais eficiente, principalmente na Segurança Pública, que se conecta com diversas áreas da vida do cidadão”, destacou.

Também estiveram presentes no lançamento, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron; o comandante-geral da PMCE, coronel Márcio Oliveira; o secretário-executivo da SPS, Sandro Camilo, e outras autoridades.

Servindo à comunidade

A base do Vicente Pinzón conta com cinco viaturas e 25 policiais, para atuação direcionada à prevenção focada, unindo proteção social e segurança pública. A base se une a outras seis já em funcionamento na Capital (bairro Ancuri e Conjunto São Miguel), Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Sobral.

Para ser implantado com 38 territórios iniciais no Ceará, o Comando, que integra o Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PreVio), recebeu investimento inicial de R$ 3.323.528,61. Ao todo, a estrutura operacional é composta por 645 policiais militares e 56 viaturas.

Sandro Caron, titular da SSPDS, explicou que a prevenção qualificada do Copac se alia às estratégias do Sistema de Segurança Pública e de outras áreas. “A parceria para resolver os problemas na áreas da Segurança Pública deve ser feita de forma interinstitucional. Nós resolvemos com polícia, mas também com outras áreas como a proteção social e Defensoria, que atuam em conjunto com o Copac. A polícia ideal é aquela que adquire o respeito e admiração do cidadão”, pontuou.

“O Copac é uma visão de futuro, que resolve as demandas e problemas das comunidades a muitas mãos e relevantes serviços. Isso contribuiu para que a gente aplique as tratativas adequadas, com foco na redução dos índices de criminalidade e elevação da sensação de segurança”, reforçou o comandante-geral da PMCE, coronel Márcio Oliveira.

Os serviços do Copac se concentram em 500 metros no entorno da base, que funcionará 24 horas com atendimento de ocorrências de emergência na comunidade. Também é disponibilizada uma linha telefônica para comunicação entre a população e a base, inclusive por aplicativo de mensagens. O telefone da base do Copac do Vicente Pinzón é (85) 98110-4287.

Formação

Para ingressar no Comando, os policiais participam de 160 horas-aula de formação na Academia Estadual de Segurança Pública. São ministrados conteúdos sobre mediação de conflito, justiça restaurativa, comunicação não violenta, emprego de armas menos letais, escuta especializada, depoimento especial, dentre outros.

A formação é essencial para dar condições para um policiamento mais próximo às comunidades, que é conhecedor das realidades e vulnerabilidades sociais. “Chegamos para dar mais robustez ao que já é feito pela repressão qualificada. Agora apresentamos uma prevenção qualificada. Montamos uma plataforma para que os outros serviços sejam acessados pela comunidade. Essa é a grande marca”, complementou o comandante do Copac, major Messias Mendes.

O aposentado Jonas Ferreira, de 77 anos, é natural de Icapuí, mas mora no Vicente Pinzón há 30 anos. Na comunidade, ele construiu casa e família, mantendo sólida relação de afeto. “Essa ação representa mais tranquilidade para todos nós”, disse Jonas.

O secretário-executivo da SPS, Sandro Camilo, também falou sobre a importância da integração das ações de proteção social e segurança pública. “Uma parceria que já tem alcançado resultados. Não existe avanço na segurança se a proteção social também não avançar”, concluiu.

Cidadania e oportunidades

Moradores como Kerolayne dos Santos, de 21 anos, mãe da pequena Ana Lia, aproveitaram os serviços de cidadania e oportunidades de qualificação profissional e emprego, ofertados por meio do Projeto Acolher, que realiza ações na comunidade durante esta sexta-feira. “Eu fiquei sabendo ontem e, como moro aqui ao lado, não deixei passar. A comunidade está feliz com tantas oportunidades. Vou tirar a segunda via do meu RG e ver os cursos”, afirmou.

No local, esteve a unidade móvel de Políticas sobre Drogas, com equipe multiprofissional, abordagens de campo e encaminhamentos à rede pública socioassistencial; no Caminhão do Cidadão, emissão de documentos como RG e CPF; também ações de enfrentamento à violência contra as mulheres; além de serviços de atendimento psicossocial com a equipe do Centro de Referência de Direitos Humanos.

Além disso, também estão sendo ofertados corte de cabelo, atividades lúdicas para crianças no Espaço Viva Gente; atendimento em saúde com atualização do ciclo de vacinas, curativos, aferição de pressão arterial e glicemia; e cursos profissionalizantes, por meio da Coordenadoria de Inclusão Social (Cois). A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) participa da ação, com coleta de DNA, para localizar pessoas desaparecidas. Já a Defensoria Pública do Ceará presta orientações e encaminhamentos sobre garantia de direitos.

A comunidade ainda recebeu mudas de plantas nativas distribuídas por beneficiados do programa Agente Jovem Ambiemtal (AJA), da Secretaria do Meio Ambiente (Sema).

Presentes

Também prestigiaram a solenidade, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, coronel Ronaldo Roque; o diretor-geral da Academia Estadual da Segurança Pública, coronel Clairton de Abreu; o perito adjunto Átila Einstein; o delegado-geral da Polícia Civil, Sérgio Santos; Sheila Florêncio, defensora pública e coordenadora das Defensorias Públicas do Interior; e outros oficiais e autoridades.