PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

No HRN, bebês prematuros ganham ensaio fotográfico

29 de novembro de 2022 - 14:19 # # # # #

Teresa Fernandes (Ascom HRN) - Texto
Luisiany Prado e Teresa Fernandes - Fotos

Iniciativa buscou eternizar a primeira foto das mães com os recém-nascidos

Nascidos antes das 37 semanas de gestação, os bebês prematuros necessitam de uma série de cuidados especiais para estimular o desenvolvimento. A campanha Novembro Roxo reforça os fatores de prevenção da prematuridade e os cuidados com os pequenos. A Neonatologia do Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, unidade vinculada à Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e administrada pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), promove anualmente ações no período. Neste ano, os bebês ganharam um ensaio fotográfico.

A ideia surgiu do desejo da equipe do serviço de eternizar a primeira foto das mães com os recém-nascidos. “Elas ficaram empolgadas e emocionadas. Para as mães que passam muito tempo na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] Neonatal acompanhando os filhos, é muito importante, é um período muito marcante”, resume a enfermeira Samila Romão.

As imagens foram colocadas em certificados e entregues às mães. As roupas e os acessórios foram cuidadosamente higienizados.

Foi por meio das lentes da assistente social e fotógrafa Luisiany Prado que o ensaio ganhou forma. A profissional foi convidada por uma das enfermeiras da equipe de Neonatologia do HRN. “Essa é uma causa super nobre e é muito belo poder fotografar essa fase da vida como uma evolução, um período difícil para a mãe e para o bebê no qual os dois alcançam a vitória”, afirma.

Ao ser fotografada com a filha Agatha Sofia, de 2 meses, Vitória Ferreira, de 24 anos, emocionou-se. “Não tem como não ficar emocionada. É minha primeira filha”, diz.

A dona de casa teve diabetes gestacional, pressão alta, pré-eclâmpsia e síndrome HELLP, complicação grave de pressão arterial elevada durante a gravidez. Com os problemas de saúde, Vitória precisou de uma cesariana de emergência. A filha nasceu prematura extrema, com 27 semanas. “No HRN temos amor, cuidado, atendimento desde o primeiro momento com grande suporte e preocupação”, avalia.

Novembro Roxo

De acordo com a coordenadora de Enfermagem da Neonatologia do HRN, Maria Cristiane Lemos, em novembro, mês internacional da prematuridade, o mundo se volta para alertar sobre o crescente número de partos antes do tempo adequado. “É a oportunidade para discutir formas de prevenção e reduzir as consequências da prematuridade”, pontua.

O movimento incentiva o contato pele a pele de pais/mães e bebês desde o nascimento. No HRN, os pequenos recebem assistência de uma equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, técnicos em Enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, farmacêuticos e psicólogos.

Durante o mês, foram desenvolvidas oficinas, palestras e rodas de conversa sobre estimulação dos bebês, cuidados após a alta, ordenha na beira do leito, alimentação, banho e coleta de exames, além de cuidados com a saúde mental das mães.