Concurso Dragão do Mar recebe inscrições até 30 de abril

20 de abril de 2010

No mês em que o jangadeiro Chico da Matilde, reconhecido nacionalmente como Dragão do Mar, faria 171 anos, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura promove o “Concurso Dragão do Mar”, nas categorias Redação, Teatro e Fotografia, com inscrições abertas até o dia 30 de abril. Com o tema “Chico da Matilde: o Dragão do Mar”, os participantes das categorias Redação e Teatro terão que elaborar trabalhos que vinculem o homem à instituição, já na categoria Fotografia, os trabalhos deverão mostrar a melhor maneira de olhar o Centro de Arte e Cultura.

 

O “Concurso Dragão do Mar” pretende reforçar a associação entre o cidadão Dragão do Mar e o nome do Centro de Arte e Cultura, numa homenagem ao grande cidadão cearense Francisco José do Nascimento, Chico da Matilde, pioneiro na luta pela abolição da escravatura no Brasil. Os vencedores serão escolhidos por um júri específico para cada categoria e premiados em solenidade no dia 14 de maio. O Concurso Dragão do Mar é uma ação do projeto Dragão do Mar Educativo.

 

Na categoria Redação, podem se inscrever estudantes regularmente matriculados no Ensino Médio da rede pública estadual do Ceará, com textos entre 25 e 40 linhas, escritos eletronicamente ou a mão. Os autores dos três melhores textos e as escolas onde estudam vão receber, cada um, um computador. Os vencedores também receberão um certificado de participação.

 

Na categoria Fotografia, o fotógrafo amador deve enviar uma foto inédita em formato digital, com no mínimo 04 megapixels, mostrando a melhor maneira de olhar o Centro Dragão do Mar ao Centro de Arte e Cultura. Os vinte melhores trabalhos serão contemplados com uma exposição fotográfica num dos espaços do Centro de Arte e Cultura e receberão o certificado de participação.

 

Já na categoria Teatro, os competidores deverão enviar um roteiro curto, com no máximo dez laudas, em fonte Times New Roman 12, falando sobre a trajetória de Chico da Matilde. Os três melhores roteiros receberão ajuda de custo no valor de R$ 4 mil para a montagem e três apresentações de cada esquete num dos espaços do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, até o dia 30 de novembro deste ano, assim como certificado de participação.

Jangadeiro Dragão do Mar

Nascido em Canoa Quebrada, no município de Aracati, Francisco José do Nascimento (1839-1914) era conhecido como Chico da Matilde e é reconhecido nacionalmente como Dragão do Mar. O reconhecimento veio da tenaz luta do líder dos jangadeiros pelo fim do tráfico de escravos, que culminou com a província do Ceará sendo a primeira a abolir a escravidão no Brasil, em 1884, quatro anos antes da assinatura da Lei Áurea.

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura dispõe de uma infra-estrutura com 30 mil metros quadrados, cujas principais atrações são o Memorial da Cultura Cearense, o Museu de Arte Contemporânea, o Teatro Dragão do Mar, as salas de cinema do Espaço Unibanco Dragão do Mar, o anfiteatro Sérgio Mota, um Auditório e o Planetário.

Serviço:

Inscrições: até o dia 30 de abril

Envio dos trabalhos: Redação e Roteiro no local Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema e fotografias pelo email concurso@dragaodomar.org.br

Concurso gratuito. Mais informações: www.dragaodomar.org.br ou pelo telefone 3488.8608

Assessoria de Imprensa da Secult

Dalviane Pires