Empresa de aerogeradores deverá se instalar no Ceará

19 de Maio de 2010

O governador Cid Gomes se reuniu nesta quarta-feira (19) com o indiano Tulsi Tanti, fundador e presidente da multinacional Suzlon, uma das maiores fabricantes de aerogeradores do mundo. No encontro, foi formalizado um protocolo de intenções que dará início às conversas para a instalação de uma fábrica de pás para geradores de energia eólica que atenderão a boa parte da demanda brasileira. Ao todo, 300 empregos diretos deverão ser criados.

 

“O Ceará é hoje o Estado que conta com a maior capacidade de geração de energia eólica do Brasil. Temos todas as condições de receber um investimento como esse que contribuirá, entre outras coisas, para baratear o preço das torres eólicas e, ao mesmo tempo, o preço da energia gerada”, afirmou o governador Cid Gomes.

 

Para Tulsi Tanti, o Ceará conta com todos os requisitos necessários para receber a nova fábrica da empresa. “Já estamos em fase de estudos sobre qual o local mais adequado para a sua instalação. Sem dúvida, o Ceará, que concentra boa parte da produção de energia eólica do Brasil, apresenta ótimas condições para que aportemos aqui”, disse. 

 

O presidente da Suzlon destacou também que a vinda da fábrica trará também outras empresas prestadoras de serviços e de peças. “O nosso investimento contribuirá para que novas fábricas se instalem no Estado, gerando ainda mais empregos”, destacou.
 

 

No protocolo de intenções, o Governo do Estado garantirá investimentos na infraestrutura necessária para a instalação da empresa e também formará cursos profissionalizantes para formar mão-de-obra qualificada. “Os jovens cearenses terão a oportunidade de se formar no ensino médio com uma profissão que contará com um mercado de trabalho em crescimento”, afirmou o governador Cid Gomes. 
 

Suzlon

No mercado há 15 anos, a Suzlon é a terceira maior fabricante mundial de aerogeradores e está presente em 21 países, com 14 mil funcionários e operações nas Américas, Ásia, Austrália e Europa. Na área social e ambiental, a Suzlon possui iniciativas como a Fundação Suzlon, que desde 2008 desenvolve projetos de sustentabilidade envolvendo comunidades e organizações de base.

No Brasil a Suzlon vem investindo desde 2007, com sede em Fortaleza e projetos implantados ao longo da costa cearense. O país é líder no mercado de energia eólica na América Latina, com um potencial de geração de energia da ordem de 143 GW, sendo a região Nordeste a mais propícia para a atividade no país, com potencial de 75 GW. A empresa já instalou 182 turbinas eólicas no Ceará, todas em operação, resultando em uma capacidade de geração de energia de cerca de 380 MW, o que corresponde a 51% da capacidade nacional em operação, segundo dados da ANEEL.

Atualmente os três maiores parques em operação no Brasil estão instalados no Ceará e utilizam aerogeradores da Suzlon: Praia Formosa, em Camocim (CE), com 105 MW; Canoa Quebrada, em Aracati (CE), com 57 MW; e Eólica Icaraizinho, em Amontada (CE), com 54.6 MW. A Suzlon emprega diretamente cerca de 160 funcionários no estado, sendo a quase totalidade de brasileiros que foram treinados pela empresa no exterior ou que receberam treinamento local com técnicos provenientes de outras unidades da Suzlon, como Dinamarca, Índia, Portugal, EUA e Austrália.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br/ 3101.6247)