IPC recebe novo mamógrafo e mais leitos de cirurgia

20 de Maio de 2010

O Instituto de Prevenção ao Câncer (IPC) está com novo centro cirúrgico e um novo centro de mamografia, com um mamógrafo de alta tecnologia. A estrutura ampliada de atendimento será inaugurada nesta sexta-feira, 21, às 8h30min, pelo secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos, e a diretora da unidade, Tânia Veras. Nas obras e na aquisição de equipamentos, o investimento total foi de R$ 1,5 milhão, recursos do Tesouro do Estado e do Ministério da Saúde. Só na aquisição do mamógrafo o Governo do Estado investiu R$ 400 mil.

Com as obras de ampliação e reforma do centro cirúrgico, o número de leitos aumenta de quatro para sete. São realizadas por mês 400 cirurgias, em média. Entre os diferentes tipos de cirurgias, estão a retirada de nódulos de mama, de lesões no colo do útero, de sinais e lesões na pele para evitar câncer ou reduzir o agravo. O centro cirúrgico também ganhou equipamentos modernos. O videoesteroscópio, adquirido pelo Governo do Estado por R$ 178 mil, tem um câmera de alta sensibilidade que chega até o endométrio, identificando o mais precoce possível câncer no útero.

Para promover biossegurança e reduzir riscos de infecção aos trabalhadores e pacientes, dois autoclaves novos foram instalados no centro cirúrgico do IPC. Os aparelhos fazem desinfecção dos instrumentos e roupas cirúrgicas por meio do vapor a alta pressão e temperatura.

O IPC é uma unidade secundária da Secretaria da Saúde do Estado, com atendimento ambulatorial e cirúrgico em hospital-dia. Realiza 5.420 atendimentos por mês, 12.501 exames citopatológicos, 470 exames histopatológicos. O acesso dos pacientes, que vem de todos os municípios, 
aos serviços é feito através de agendamentos pelas centrais de marcação  de consultas do Estado e do município de Fortaleza.                                       

As neoplasias são a segunda causa de óbito nos quatro últimos anos no Estado (AVC é a principal causa de morte). As mulheres foram mais afetadas por câncer de mama, pulmão, estômago e colo de útero.  O IPC é a unidade responsável pelo monitoramento das ações de controle do câncer de colo do útero no Ceará.

20.05.2010

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@saude.ce.gov.br – 85 3101.5220)