Ceará recebe incremento de R$ 2,8 milhões para próteses dentárias

24 de Maio de 2010

Setenta por cento das pessoas entre 65 e 74 anos no Ceará são totalmente desdentadas e apenas 20% utilizam próteses. Para ampliar o acesso às próteses e melhorar a qualidade, o Ministério da Saúde incrementou os incentivos financeiros. Está repassando, através do Fundo Estadual de Saúde e dos fundos municipais de saúde, R$ 2.798.160,00, por ano, que se somam aos R$ 376.350,00 que já eram liberados antes de março deste ano. Laboratórios de 32 municípios cearenses, com produção de prótese, recebem o reforço de recursos.

 

Nesta segunda-feira, 24, às 14 horas, os prefeitos, secretários municipais de saúde, coordenadores municipais de saúde bucal das 32 cidades participam s, em Fortaleza, de reunião promovida pela Secretaria da Saúde do Estado, no Magna Hotel, Avenida Historiador Raimundo Girão, 1002, com a presença do secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos, e do coordenador nacional de saúde bucal, Gilberto Alfredo Pucca Júnior. Os coordenadores regionais de saúde também estarão na reunião.

 

“Quando ampliamos às próteses não melhoramos só o sorriso. Elevamos a qualidade de vida, a autoestima e, concretamente, promovemos inclusão social”, afirma o supervisor de saúde bucal da Sesa, Ivan Júnior. O secretário da saúde, Arruda Bastos, lembra que em todos os 16 Centros de Especialidades Odontológicas regionais, que o governo do Estado está construindo, a população terá o serviço de prótese garantido. Cinco CEO regionais foram concluídos em Ubajara, Baturité, Juazeiro do Norte, Russas, Acaraú. Os CEO regionais integram o Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada no Estado do Ceará, desenvolvido pela Sesa, que inclui ainda dois hospitais e 21 policlínicas, em construção.

 

24.05.2009

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@saude.ce.gov.br – 85 3101.5220)