Indústria e serviços levam economia a crescer 8,92% no 1º trimestre

2 de junho de 2010

O desempenho da economia cearense registrou um crescimento de 8,92% no primeiro trimestre de 2010 em relação ao mesmo período do ano passado. Os setores da indústria geral, com 9,21%, e dos serviços, que fechou em 8,47%, foram os responsáveis pela boa performance do Produto Interno Bruto (PIB), a preço de mercado, nos primeiros três meses deste ano. Na indústria, o destaque foi para a construção, com 17.33%. Já no setor de serviços, o comércio, que registrou 16,04%, teve o melhor desempenho. É importante destacar também que o segmento dos transportes teve um incremento de 10,47%.

 

Os números registrados pelo comportamento da economia do Estado no primeiro trimestre foram anunciados na tarde desta quarta-feira, dia 2, em entrevista da secretária do Planejamento e Gestão, Desirée Mota, e da diretora geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará- Ipece, Eveline Barbosa. A secretária Desirée Mota acrescentou que o bom desempenho alcançado pela economia refletiu no mercado de trabalho, com um saldo de 9.896 empregos com carteira assinada no período.

 

O desempenho da agricultura, por outro lado, teve um pequeno recuo de 1,59%, influenciado pela baixa incidência de chuvas, provocando quebra na safra. Já se for observado o desempenho da economia pelo Valor Adicionado a preços básicos, sem incidência dos impostos, o crescimento foi de 8,18%. No acumulado dos últimos doze meses, a economia cresceu, em Valor Adicionado, 4,5% e o PIB, 4,4%. Vale salientar que a arrecadação dos impostos foi positiva no período analisado, conforme destacou a economista Eloísa Bezerra, do Ipece.

 

A estimativa do Ipece para este ano aponta um crescimento superior a 6%, reflexo da reação positiva da economia cearense aos efeitos da crise internacional. Nesta expectativa, de acordo com a tendência dos últimos anos, de crescer acima da média nacional, o Ceará poderá suplantar a última estimativa do Banco Central, que apontou um crescimento do PIB nacional de 6,47%, em 2010. Caso sejam confirmados esses prognósticos, o PIB cearense deverá alcançar um valor de R$ 65,74 bilhões e um per capita de  R$ 7.898, em 2010.

 

02.06.2010

Assessoria de Imprensa da Seplag

Luiz Pedro (luizpedro.neto@seplag.ce.gov.br / 85 3101.4508)