Governo do Estado assina contratos para financiamento de Ramal Parangaba-Mucuripe

13 de outubro de 2010

Os projetos se integram ao Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo em 2014.

 

O Governo do Ceará vai assinar nesta quinta-feira (14), às 15 horas, no Palácio Iracema, dois contratos com a Caixa Econômica Federal (CEF) para liberação de recursos para o financiamento do Ramal Parangaba–Mucuripe e de duas novas estações da Linha Sul do Metrô de Fortaleza: Juscelino Kubitscheck e Padre Cícero. Os projetos se integram ao Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo em 2014. Participarão da assinatura dos contratos o governador do Ceará, Cid Ferreira Gomes, a vice-presidente de Tecnologia da Informação da CEF, Clarice Coppetti, e o superintendente regional, Gotardo Gurgel.

 

Para o Ramal Parangaba-Mucuripe, o valor da operação é de R$ 265, 5 milhões, sendo que R$ 170 milhões serão financiados pela CEF e R$ 95,5 milhões é o valor da contrapartida do Estado. O Ramal fará uma importante ligação entre o setor hoteleiro da orla marítima de Fortaleza e o centro da capital, a partir de sua integração com a Linha Sul e será operada com veículos leves sobre trilhos (VLTs), trens de superfície semelhantes aos usados em países da Europa que oferecem aos passageiros conforto e segurança.

 

Serão aproximadamente 13 km de linha com início na Estação Parangaba, onde será integrado com a Linha Sul e com o Terminal de Ônibus, e término na Via Expressa próximo à Av. Abolição. Sua demanda projetada é de 90 mil passageiros/dia. O Ramal terá 10 estações e seis obras de arte especiais, com o objetivo de eliminar as principais passagens de nível (Germano Franck, Borges de Melo, Aguanambi, Padre Antônio Tomáz, Santos Dumont e Alberto Sá).

 

O segundo contrato de financiamento assinado com a CEF refere-se à liberação de R$ 33,2 milhões que serão destinados à construção das estações Juscelino Kubitschek (antiga Montese) e Padre Cícero na Linha Sul do Metrô de Fortaleza. O Governo do Ceará entrará com R$ 1,8 milhão como contrapartida.

 

As duas estações já estavam previstas desde a concepção original da Linha Sul, mas seriam implantadas no 3º estágio do projeto. Entretanto, com o Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo da Fifa em 2014 viu-se a necessidade de antecipar estas implantações. Com isso, a Linha Sul do Metrô de Fortaleza, que liga Pacatuba ao Centro de Fortaleza, terá ao todo 20 estações.
A Linha Sul do Metrô de Fortaleza tem 24 km em via dupla, sendo 18 km em trecho de superfície, 3,8 km subterrâneo e 2,2 km em elevado. Em setembro de 2010, chegaram ao Ceará os dois primeiros trens unidades elétricas (TUEs), de um total de 20, comprados da Itália para operar no sistema. A previsão é que a fase de testes do Metrô seja iniciada até o fim do ano. Em 2011, o Metrô entra em operação comercial.

 

13.10.2010

 

Assessoria de Imprensa do Metrô de Fortaleza:

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br – 85 3101.7183)