Cinturão das Águas: termo de compromisso será assinado em 60 dias

18 de fevereiro de 2011

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra,  anunciou nesta sexta-feira (18) que os recursos previstos para a construção do primeiro trecho do Cinturão estão assegurados pelo Governo Federal. Já na próxima segunda-feira (21), durante a Reunião dos Governadores do Nordeste, em Sergipe, o ministro e o governador Cid Gomes vão se reunir com a Presidenta Dima Rousseff e a ministra do Planejamento, Mirian Belchior, para apresentar detalhes do  Projeto. Segundo Fernando Bezerra, a previsão é que dentro de 60 dias seja assinado o termo de compromisso para a construção do Cinturão das Águas. O anúncio do ministro aconteceu ao lado do governador Cid Gomes durante coletiva realizada na Residência Oficial.  

“O Cinturão das Águas é uma proposta bem recebida pelo Governo Federal e já está no PAC. Reitero que as ações previstas no PAC não sofrerão nenhum contingenciamento. É o caso do Cinturão das Águas, que deve receber R$ 1,3 bilhão na primeira etapa, do Eixão das Águas e a Transposição do São Francisco”, assegurou.  O Projeto prevê a construção de um conjunto de canais e adutoras, com extensão de três mil quilômetros, envolvendo todo o Estado, viabilizando a segurança hídrica a 92% da população cearense. O investimento total do Cinturão é da ordem R$ 7 bilhões.

Já na quinta-feira (17) à noite, o Cid Gomes e Fernando Bezerra conversaram sobre os projetos do Ministério no Ceará.  “Detalhamos ao Ministro o andamento de obras e ações que tem investimentos do Governo Federal aqui no Estado. Como Eixão das Águas e a Transposição do São Francisco, que são obras extremamente importantes para o Nordeste, especialmente para o Ceará”, explicou Cid. A previsão é que até o fim deste ano estejam concluídos os trechos 4 e 5 do Eixão das Águas, que fornecerá água para os empreendimentos no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).

Outras obras no Estado conveniadas com o Ministério foram lembradas pelo Governador. Como  a obras do açudes Figueredo, em Alto Santo, no Vale do Jaguaribe, que armazenará 520 milhões de metros cúbicos de água; e Taquara, na Região Norte do Estado, que permitirá regularizar o fluxo dos rios Acaraú e Jaibaras. A construção do Açude Fronteiras, no município de Crateús, também têm investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Cid também citou a construção de barragens nos municípios de Alto Santo e Miraíma. “Fazendo um balanço dessas obras, devemos ter um agenda de inaugurações bem intensa aqui no Estado nesse primeiro semestre”, reforçou Fernando Bezerra.

Sobre a Ferrovia Transnordestina, Fernando Bezerra informou que a obras aqui no Ceará estão na fase de desapropriação. O ramal que vai até o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) deverá ser inaugurado em 2013. “Essa etapa é muito complexa. Mas o Governo Federal vai reunir esforços junto ao Governo Estadual para agilizar esse processo. Adianto que já temos cerca de 11 mil pessoas trabalhando na obra e novas frentes de trabalho serão abertas”, informou o Ministro.

Recursos

O Ministro aproveitou a ocasião e anunciou a liberação de recursos para o município de Icapuí, no Litoral Leste do Estado. Cerca de R$ 2,3 milhões serão destinadas as obras de contenção do mar, reconstrução de casas e estradas. O município do Crato, no Cariri, também receberá R$ 4 milhões do Governo Federal para recuperação dos prejuízos causado pelas última chuvas na cidade.

A visita do ministro da Integração Nacional, se estendeu durante toda  a manhã desta sexta-feira (18). Junto com o Governador, ele visitou obras de irrigação e de abastecimento de água no Ceará durante sobrevoo, que incluiu os trechos 3,4 e 5 do Eixão das Águas; a Estação de Tratamento de Água (ETA) Oeste e os perímetros irrigados de Tabuleiro de Russas e de Jaguaribe/Apodi, que são um dos maiores polos fruticultores do Ceará.

18.02.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 8878.8462)