Metrô de Sobral: Governador assina ordem de serviço nesta sexta-feira (4)

3 de março de 2011

O governador Cid Gomes assina nesta sexta-feira (4), às 19 horas, a ordem de serviço para a execução das obras civis de implantação do projeto metroferroviário da cidade de Sobral, na Região Norte do Estado. O Metrô de Sobral terá 12,18 quilômetros de extensão dentro do perímetro urbano do município e será operado com veículos leves sobre trilhos (VLTs). A solenidade será na praça entre o bairro Sinhá Saboia e Cohab I. O secretário da Infraestrutura Adail Fontenele e o presidente da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos – Metrofor, Rômulo Fortes, participam do ato.
A construção do Metrô de Sobral será executada pela empresa Engexata Engenharia Ltda, vencedora da concorrência pública. O valor do investimento é R$ 38,7 milhões. A empresa tem 18 meses para execução das obras civis, a partir da data de assinatura da ordem de serviço. O sistema a ser implantado terá dois ramais.

 

O primeiro tem extensão de 6,4 quilômetros e já funciona para o transporte de cargas. O trecho será remodelado para a utilização também para o transporte de passageiros. A linha contorna o Centro da cidade, ligando os bairros da Cohab 2, no extremo leste, ao bairro do Sumaré, no oeste. Serão construídas seis estações: Sinhá Saboia-Cohab II, Dom Expedito, Boulevard do Arco, Coração de Jesus, Dom José e Sumaré.

 

O segundo ramal tem extensão de 5,7 quilômetros que serão construídos ligando o Polo Industrial da Grendene, localizado à margem da avenida onde existia o antigo ramal ferroviário de Camocim, no bairro da Expectativa, ao bairro Cohab III, passando pelos bairros do Junco e Terrenos Novos. Serão construídas cinco estações: Grendene, Junco, José Euclides, Alto da Brasília e Cohab III. Os dois ramais formam dois “us” invertidos, que se tangenciam numa estação de integração.

 

O Metrô de Sobral será operado com cinco veículos leves sobre trilhos (VLTs) de dois carros bidirecionais cada, com dupla cabine de comando, tração hidráulica e motorização a diesel. O sistema obedece a todas as normas de acessibilidade, com sinalização vertical e horizontal, placas táteis de sinalização para deficientes visuais e apoio para cadeirantes e idosos nos corredores, rampas e banheiros.

 

O projeto do Metrô de Sobral surgiu como uma necessidade do Governo do Estado de estruturar as cidades de médio porte do Estado do Ceará, aliando investimentos públicos à melhoria da qualidade destes municípios. Ao lado deste novo modal de transportes, vários outros investimentos estão sendo feitos na cidade, como a consolidação do polo universitário, com duas universidades públicas e várias faculdades privadas, o fortalecimento do polo industrial e, mais recentemente, a construção do Hospital Regional.

 

03.02.2011

Assessoria de Imprensa do Metrô de Fortaleza

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br / 85 3101.7183 – 8724.2147)