Projeto Algas do Ceará será alternativa de renda para pescadores

29 de Abril de 2011

Em reunião na secretária da Pesca e Aquicultura (SPA), o secretario Flávio Bezerra, firmou apoio ao Projeto “Algas do Ceará”, que está sendo desenvolvido pela empresa Sete Ondas Biomar. O projeto tem como objetivo oferecer alternativas de fonte de renda aos pescadores e pretende agregar três mil produtores até 2012 e implantar um polo de produção em cada uma das localidades envolvidas, além de uma fábrica de beneficiamento de algas.

A SPA além de apoiar o projeto irá fazer parte do conselho gestor, onde serão expressas suas ideias. O Ceará contará com três pontos de apoio distribuídos em Polo Oeste, Polo Metropolitano e Polo Leste. Já foram cadastrados em todo o Ceará 1.150 possíveis produtores.

O Ceará foi escolhido para essa atividade devido as condições geográfica privilegiada, além de boas condições biológicas, disponibilidade de mão-de-obra entre outros fatores. O Projeto “Algas do Ceará” tem uma expectativa de iniciar sua execução em junho deste ano em Iparana. As algas serão utilizadas para a  produção da goma carragena, um estabilizante utilizado em aplicações  
na indústria alimentícia.

29.04.2011

Assessoria de Imprensa da SPA
Mona Lisa Mazza (monalisa.mazza@spa.ce.gov.br / 3101.6371/8755.6064)