Ceará é pioneiro em solução eletrônica móvel para fiscalização ambiental

18 de Maio de 2011

Até o fim de maio, os autos de infração emitidos pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) deixarão de ser preenchidos em papel. A novidade vem da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (DTIC) da instituição que, em apenas quatro meses, desenvolveu um sistema eletrônico capaz de registrar e imprimir as autuações realizadas pelas equipes de fiscalização ainda em campo, através de um aparelho coletor de dados e impressora térmica. O Ceará é o primeiro estado brasileiro a adotar a solução móvel.

 

De acordo com o diretor da DTIC, Luiz Correia, a concepção do projeto não é nova e foi inspirada em uma proposta apresentada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) durante evento realizado em 2009. “O que nós fizemos é baseado no projeto do Ibama. Aproveitamos as informações técnicas sobre o coletor de dados e a impressora térmica e desenvolvemos a ideia aqui”, revela Correia. O processo de compra dos equipamentos se deu no decorrer do ano passado, quando foram adquiridos 70 kits compostos pelos dois aparelhos somados a 30 coletores individuais.

 

Ainda segundo Correia, durante esta semana, algumas equipes da Coordenadoria de Fiscalização (Cofis) da superintendência utilizarão o material de forma experimental. “Apesar de o sistema estar finalizado, ainda é necessário ver o seu desempenho em campo”, explica o diretor que apresentou a solução no Ibama (em Brasília) no último dia 10.

 

Além da lavratura de autos de infração, o novo sistema permite também a inclusão de notificações, termos de apresentação/depósito e de embargo/interdição. O coletor de dados, no qual foi inserido, também pode ser utilizado como câmera fotográfica, GPS, leitor de código de barras, telefone e para acesso à internet. Além disso, o aparelho possui wireless, bluetooth, software de geoprocessamento/mapeamento e demais funcionalidades de um dispositivo móvel, como editor de texto, planilha e slides. Toda essa tecnologia está voltada para modernizar a fiscalização e monitoramento ambientais executado pela Semace no território cearense.

 

18.05.2011

Assessoria de Comunicação da Superintendência Estadual do Meio Ambiente – Semace
Luanna Patrícia (85 3101.5554 / twitter.com/semace)