Unilab: Inauguração será nesta quarta-feira (25)

24 de Maio de 2011

Reunir em um mesmo espaço estudantes de diversas culturas unidos por um idioma comum e a vontade de se profissionalizarem através da educação superior. Essa é a proposta diferenciada da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), segunda universidade federal instalada no Ceará, que terá suas atividades iniciadas nesta quarta-feira (25).  A aula inaugural será proferida pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, a partir das 10 horas, no Campus da Liberdade, município de Redenção (Av. Abolição, nº3), a 57km de Fortaleza. O  governador Cid Gomes estará presente à inauguração juntamente com o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), René Barreira.

 

Além dos 360 estudantes matriculados na Unilab, estarão presentes também professores e ministros de Estado das nações que que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor Leste.  A programação especial de início das atividades da Unilab vai até o dia 28, com circuito cultural inaugural que contemplará atividades formativas (palestras, rodas de conversa, etc), socioculturais (música, dança, poesia, exposições, etc), socioesportivas, entre outras. Serão quatro dias de integração da comunidade universitária.

 

R$ 7 milhões do Governo Estadual para Unilab

 

A Unilab recebeu o apoio financeiro do Governo do Estado, através da Secitece, da ordem de R$ 7 milhões. Para a reforma do antigo Centro Administrativo de Redenção, local onde a Unilab está instalada provisoriamente foram investidos R$ 4 milhões, somados a R$ 3 milhões, para a desapropriação de um terreno de 130 hectares, onde será construído o campus definitivo da Universidade.

 

De acordo com o reitor da Unilab, Paulo Speller, o Governo do Estado tem tido um papel fundamental na efetiva implantação da Universidade. Para o secretário René Barreira, “a Unilab é mais um indutor para o desenvolvimento do Estado e mais uma opção para a formação intelectual dos cearenses, bem como a troca de experiências entre várias culturas”.

 

A prefeita de Redenção, Francisca Torres Bezerra, afirma ser notório o crescimento econômico e cultural no município por conta da instalação da Universidade. Redenção foi a pioneira na abolição da escravatura, em 1883, sendo este um dos motivos considerados na escolha da cidade para abrigar a Unilab. Além disso é próxima de Fortaleza, capital que se interliga diretamente por via aérea e marítima com a África e Portugal.

 

Além de garantir ensino superior para jovens brasileiros, a Unilab também possibilitará o intercâmbio com universitários de toda a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Nesta fase inicial, há cursos fase inicial cursos de Agronomia (Bacharelado), Administração Pública (Bacharelado), Ciências da Natureza e Matemática (Licenciatura), Enfermagem (Bacharelado) e Engenharia de Energias (Bacharelado).

 

24.05.2011

Assessora de Imprensa da Secitece

Simplícia Vianna Sinibaldi (plicia@a2online.com.br / 85 8833.3217)