Seminário mapeia a força de trabalho no SUS

20 de junho de 2011

A Secretaria Estadual da Saúde e a Escola de Saúde Pública realizam nesta terça-feira (21) e quarta-feira (22) o Seminário de Planejamento, Monitoramento e Avaliação da Força de Trabalho em Saúde no Ceará.  Além de mapear a distribuição de recursos humanos na rede de serviços, o Seminário é o primeiro passo para o acompanhamento da presença e atuação de profissionais de saúde no Ceará, possibilitando mais eficácia para o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS). O evento é uma parceria com a Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGETS) e a Organização Pan-americana da Saúde (Opas).

 

Ao identificar os pontos críticos da força de trabalho, o Seminário pretende construir uma integração viável entre os vários setores que produzem informações a respeito da força de trabalho, como  as escolas e universidades e as instituições que, de fato, organizam  o mercado, como a Secretaria Estadual e as Secretarias Municipais de Saúde. Uma vez construídos os mecanismos de acompanhamento, será possível planejar a forma e a quantidade de profissionais necessários para manter os serviços em funcionamento. O Seminário terá como público-alvo representantes de todas as instituições formadoras de profissionais de saúde, das secretarias municipais de Saúde e Educação, além de estudantes e pesquisadores de instituições formadoras da área de saúde. O Seminário contará com as presenças da representante da SGETS/MS, Ana Paula Cerca;  do chefe do Gabinete do Governo do Estado, Ivo Gomes; do secretário de Estado da Saúde, Arruda Bastos; da coordenadora de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ceará, Lúcia Arruda; da superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará, Ivana Barreto; do representante na Organização Pan-americana de Saúde no Brasil, Félix Rigoli; e do representante da Fundação Oswaldo Cruz no Ceará, Carlile Lavor.

 

Durante o Seminário será apresentado o retrato do setor saúde no Ceará, com foco na área técnica, construído pela Coordenadoria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde no Ceará, em parceria com o Projeto de Cooperação Técnica Brasil Canadá. O Observatório de Recursos Humanos em Saúde (ObservaRH), gerenciado pelo Ministério da Saúde, apresentará resultados de pesquisas desenvolvidas por sua representação no Ceará e as experiências a partir da criação das Salas de Situação em todo o Brasil. Também serão divulgados os panoramas de vagas na pós graduação, graduação, nível técnico e nível médio no Ceará, por instituições de ensino como a ESP-CE e a Universidade Estadual do Ceará.

 

De posse dos dados, os participantes vão construir indicadores de acompanhamento da força de trabalho, identificando necessidades de pesquisas nas áreas da gestão do trabalho, da formação e da educação permanente de recursos humanos.

 

Serviço:
Dias: 21 e 22 de junho
Local: Mareiro Hotel
Hora: A partir das 8 horas.

PROGRAMAÇÃO

Dia 21 de Junho (terça-feira):

08h00min – Credenciamento

08h30min – Mesa de Abertura:
Dra. Ana Paula Cerca – SGTES – Ministério da Saúde
Dr. Félix Rigoli – OPAS
Dr. Carlile Lavor – FIOCRUZ
Dr. Ivo Ferreira Gomes – Chefe de Gabinete do Governo do Estado
Dr. Arruda Bastos – Secretário Estadual de Saúde do Ceará
Dra. Lúcia Arruda – Coordenadora de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde
Dra. Ivana Barreto – Superintendente da ESP/CE

10h00min – Painel I – Situação atual da Força de Trabalho em Saúde no Ceará
Coordenadora: Fernanda Martins – SESA-CE

Tema I – Retrato do Setor Saúde no Ceará
Dra. Lúcia Arruda – CGTES

Tema II – Observatório de Recursos Humanos em Saúde: Resultados de Pesquisas
Dr.  João Bosco – ORH

Tema III – Necessidades Sentidas pelos Gestores Municipais
Dr. Willames Freire – COSEMS

Tema IV – Necessidades de Profissionais de Saúde Consequente à Expansão da Rede Estadual  de Saúde
Dr. Regis Sá – SESA/CE

11h30min – 12h00min – Debate

13h30min – Painel II – Ofertas de Formação em Saúde no Ceará
Coordenador: Professor Ricardo Pontes – UFC-CE

Tema I – Oferta de vagas na graduação em Saúde no Estado do Ceará
Dra. Ivana Barreto – ESP/CE

Tema II – Oferta de vagas no nível técnico em saúde no Estado do Ceará
Dra Socorro Dias – EFSFVS

Tema III – Oferta de vagas no ensino médio integrado ao ensino técnico em saúde
Dra Andrea Rocha -SEDUC

Tema IV – Oferta de vagas na pós-graduação em saúde no Estado do Ceará
Professor Jackson Sampaio – UECE

15h00min as 15h30 – Debate

16h00min – Painel III – Sistemas de Informação sobre a Força de Trabalho em Saúde no Brasil.
Coordenador: Newton Kleper de Oliveira – SESA-CE

Tema I – Sistemas de Informação sobre a Força de Trabalho em Saúde no Estado do Ceará
Gotardo Vasconcelos – COAFI- SESA-CE

Tema II – Plataforma Arouca
Dr. Francisco Cardoso – UnaSUS

Tema III – Sistema de Planejamento de Recursos Humanos para Atenção Primária à Saúde
Dr. Rafael Augusto Aguiar – NESCON/MG

Dia 22 de Junho (quarta-feira):

08h30min – Painel IV – Modelos de Planejamento, Monitoramento e Avaliação da Força de Trabalho em Saúde. Coordenadora: Dra. Ivana Barreto – ESP/CE
Tema I – Perspectivas para o Brasil
Dra. Ana Paula Cerca– SGTES

Tema II – Experiências da OPAS
Dr. Marivand Pinto e Augusto Campos – OPAS

10h30min – Apresentação das Experiências dos Observatórios: (30 min)
Estação Observatório – Dr. Sábado Girardi – NESCON/UFMG
Observatório  dos Técnicos em Saúde – Dra. Mônica Vieira –EPSJV/FIOCRUZ
Observatório de Recursos Humanos de São Paulo – Dr. Paulo Seixas

11h00min  – Grupos de Trabalho

GT 1 – Construção de indicadores de monitoramento e avaliação da força de trabalho em atividade

GT 2 – Construção de indicadores de monitoramento e avaliação da formação de profissionais em saúde

GT 3 – Identificando necessidades de pesquisas na área da gestão do trabalho e de educação de RH

GT 4 – Construção de instrumentos de avaliação dos processos formativos para Educação Permanente.

12h30min – 13h30min – Intervalo Almoço

13h30min – Grupos de Trabalho

GT 1 – Construção de indicadores de monitoramento e avaliação da força de trabalho em atividade

GT 2 – Construção de indicadores de monitoramento e avaliação da formação de profissionais em saúde

GT 3 – Identificando necessidades de pesquisas na área da gestão do trabalho e de educação de RH

GT 4 – Construção de instrumentos de avaliação dos processos formativos para Educação Permanente.

16h00min as 18h00min – Plenária

 

 

20.06.2011

Assessoria de Imprensa da ESP-CE

Clarisse Cavalcante (ascom@esp.ce.gov.br / 3101.1398)