Ematerce apresenta na Expocrato ações em benefício dos agricultores familiares

8 de julho de 2011

A exemplo dos anos anteriores, a Ematerce atuará, de forma intensiva, durante a Expocrato- 2011, que será aberta no domingo (10), na cidade do Crato, no Cariri prolongando-se até 17 de julho/2011. Da Ematerce, participam da solenidade de abertura a diretoria executiva, tendo a frente o presidente José Maria Pimenta Lima, acompanhado de assessores estaduais, gerentes regionais, locais e extensionistas dos municípios da região do Cariri.

 

Segundo o gerente regional da Ematerce (Cariri) Francisco Adonias Sobreira, de 12 a 15 de julho, será uma oficina técnica sobre o tratamento de sementes de milho e sorgo com a participação de 160 agricultores familiares. O objetivo é capacitar agricultores para o manejo para o manejo adequado do milho, no tocante ao sistema de plantio direto, apresentando técnicas modernas de cultivo,  orientando-os a praticar os princípios de manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas.

 

Acrescentou Adonias que os agricultores familiares receberão, também, informações técnicas, mediante aulas práticas, de regulagens de plantadeiras, pulverizadores e tecnologias de aplicação de defensivos agrícolas. Tudo isso – frisou o gerente regional da Ematerce – para evitar a degradação do meio ambiente, o que poderá comprometer os solos no futuro.

 

A Ematerce faz-se presente, ainda, com seu estande institucional, para divulgar as principais ações extensionistas, no campo, executadas em 27 municípios da região caririense. A empresa apresenta, também, seu escritório móvel, ou seja, uma Van, adaptada com toldo, birôs, cadeiras, armários, telão, aparelho de DVD, bebedouro, gerador de energia, além de material informativo sobre assuntos do setor agropecuário, isto é, as culturas plantadas nas propriedades rurais atendidas.

 

08.07.2011

Assessoria de Comunicação da Ematerce

Antonio José de Oliveira – antonio.jose@ematerce.ce.gov.br
Fone 85.3217.7872

Ematerce apresenta na Expocrato ações em benefício dos agricultores familiares