Profissionais são preparados para prevenir e reduzir Aids em mulheres

15 de julho de 2011

Na segunda-feira (18) e terça-feira (19), a Secretaria da Saúde do Estado e a Escola de Saúde Pública do Ceará promovem dois eventos sobre prevenção e controle da Aids e outras DSTs. O primeiro é o “Fórum Científico para a Atenção Básica com Foco na Feminização das DSTs/ Aids”, das 8h30min às 17 horas, na Escola de Saúde Pública do Ceará. Na terça-feira, 19, será realizado, também na ESP-CE, o Seminário sobre Qualidade de Vida das Pessoas Vivendo com HIV/Aids a partir das 8h30min.

 

Indicadores do Ministério da Saúde mostram que nos últimos anos é registrado aumento de casos de Aids entre as mulheres. No Brasil, há Estados em que a quantidade de meninas com o vírus HIV já supera o número de meninos. No Ceará, a realidade não é essa, mas a razão de casos entre os sexos vem diminuindo, com o aumento da incidência da doenças nas mulheres. A razão era de 11 homens para 1 mulher em 1987. Vinte e dois anos depois, em 2009, a razão foi de 2 casos em homens para 1 caso em mulher. O Ministério da Saúde chama essa mudança de “feminização” da doença.

 

Para intensificar as ações de prevenção, a Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, reunirá profissionais do Programa Saúde da Família na capacitação do fórum desta segunda-feira. Entres os destaques da programação do fórum, que vão deixar os profissionais do PSF de diferentes municípios do Ceará, estão o “Diagnóstico precoce da infecção pelo HIV e sífilis na atenção básica”, às 9 horas, e na sequência “Como oferecer e como entregar o resultado o teste de HIV”.

 

 

15.07.2011

 

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220)