Campanha “Viva o Essencial” é lançada na Arce

22 de setembro de 2011

Utilizar os recursos de acordo com a necessidade, especificação e adequação; evitar excessos e desperdícios de qualquer natureza, além de manter, no local de trabalho, somente objetos e dados necessários são metas da campanha idealizada pelos gestores da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce).

A campanha “Viva o Essencial” consiste em manter somente objetos realmente necessários. Significa direcionar a ação pública para a utilização de materiais, equipamentos e informações com maior racionalidade, evitando ociosidades e carências. Pode ser feito de duas formas: descarte físico, que são objetos e documentos reais, e descarte virtual que engloba arquivos de texto, imagem ou sons gravados em disquetes ou discos de microcomputadores.

Os responsáveis pela iniciativa alertam para outro importante ponto: o descarte intangível que motiva as pessoas a se desprenderem daquilo que não é bom para o corpo nem para a mente, incluindo stress, sentimentos ruins, ressentimentos, preconceitos, etc. Para atingir os objetivos, o  grupo orienta e elenca as vantagens: liberação de equipamentos, documentos, bens móveis e materiais diversos, liberação de espaços físicos, eliminar compras desnecessárias e permanecer somente com o que é realmente útil. Segundo os idealizadores, os resultados diretos são: facilitar a organização, reduzir o tempo de procura e melhorar o visual da área de trabalho. “Os resultados diretos também refletem na satisfação pessoal”, afirmam os integrantes da Gerência Administrativo-Financeira da Arce.

22.09.2011

Assessoria de Imprensa da ARCE
Angélica Martins (angelica.martins@arce.ce.gov.br / (85)3101-1020)