Obras do terminal de passageiros do aeroporto de Jeri são iniciadas

4 de outubro de 2011

A segunda etapa do aeroporto de Jericoacoara, que compreende a construção do terminal de passageiros, está com as obras em execução. O contrato foi assinado entre a secretaria do Turismo do Estado (Setur) e a empresa vencedora da licitação (Poly Construções) e a obra terá um prazo de 360 dias para execução. O investimento é de R$ 9,2 milhões. O aeroporto está sendo instalado no município de Cruz.

De acordo com dados da Setur, o projeto do terminal de passageiros terá uma aparência rústica, com detalhes e janelas em parede e vidro e cobertura de taubilhas, que é uma espécie de telha de madeira. Já a pista de pouso terá comprimento de 2,2 mil metros e 45 de largura, o que permite o pouso e decolagem de aeronaves de grande porte, como o Boeing 767-300, aeronave padrão para o projeto. Somado a isso, está prevista áreas para alfândega e Polícia Federal. Isso significa que o aeroporto vai receber voos internacionais diretos, sem a necessidade de conexão no Pinto Martins.

Para preservar o Parque Nacional de Jericoacoara e permitir futuras ações de manejo e desenvolvimento sustentável, o equipamento está sendo instalado no município de Cruz, a 22 quilômetros da sede; a 18 km de Jijoca de Jericoacoara; a aproximadamente 25 km da praia de Jericoacoara, e a 10,3 km do parque.

A primeira etapa da obra, referente à construção da pista de pouso e decolagem, pátio de estacionamento e pista de táxi está sendo realizada pelo consórcio CONTERN-SBS, formado pelas empresas Contern Construções e Comércio Ltda. e SBS Engenharia e Construções Ltda. A previsão é de que esta primeira etapa seja concluída até o final do primeiro semestre de 2012. Este lote, orçado em R$ 44 milhões tem recursos oriundos do Tesouro Estadual e do Ministério do Turismo.

Projetado para ser um dos principais vetores do turismo no Ceará, o Aeroporto de Jericoacoara, com capacidade de 1,2 mil vôos/ano, deve incrementar o fluxo turístico do Litoral Oeste. Além disso, encurtará o tempo de viagem entre Fortaleza e Jericoacoara, passando das atuais cinco horas para apenas uma hora, tornando a viagem mais cômoda e barata pois, atualmente, são necessárias cinco horas para percorrer os 314 quilômetros de estradas e dunas.

Outros benefícios são a melhora da logística para escoamento da produção das regiões Norte e da Ibiapaba e o desafogamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins, com a possibilidade de ter a capital como ponte para se chegar a mais famosa praia do Estado.

 

04.10.2011

Assessoria de Imprensa da Setur

Carmen Ines Matos / Mara Cibely (ascom.setur@setur.ce.gov.br / 85 3101.4669 – 3101.4661)

Twitter: @seturceara