Novo radar meteorológico trará previsões mais precisas para o CE e estados vizinhos

3 de novembro de 2011

Previsão de secas e cheias, mudanças climáticas e todos os eventos ligados a meteorologia passam a ser informados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) com mais previsão, já que agora o órgão conta com um novo equipamento para captação dessas informações. O novo Radar Meteorológico Banda-S foi inaugurado nesta quinta-feira (03) pelo governador Cid Gomes e o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloízio Mercadante. Localizado no Morro de Santa Maria, em Quixeramobim, no Sertão Central, o equipamento vai funcionar como parte da Rede Cearense de de Radares (RCR), através da integração com o Radar Doppler de Banda X instalado em Fortaleza. “Parece um equipamento aparentemente simples, mas por trás existe uma utilidade inimaginável. A tecnologia pode ser um aliado na melhoria da qualidade de vida da população, que é o nosso compromisso”, destacou Cid Gomes durante a inauguração.

 

Segundo explicou o Governador, o novo equipamento pode informar condições climáticas bem específicas, como por exemplo “que no município de Nova Olinda, no Cariri, choveu 5 milímetros”, exemplificou. “Na medida que uma informação dessas é casada com outras, isso vai ajudar a diagnosticar por exemplo um período de seca ou de cheias. Somos um estado com quase 300 mil pequenos agricultores, e eles precisam de informações concretas para cuidar da colheita. E nisso o Radar vai ser bastante útil”, ressaltou Cid Gomes.

 

O Radar Banda-S tem capacidade para estimar uma precipitação dentro de um raio de 200 quilômetros. Além disso, pode fazer o monitoramento de sistemas meteorológicos que atuam em um alcance de até 400 quilômetros. Por sua capacidade e localização, também será possível obter informações não só do Ceará, como de vários estados nordestinos. “Esse é um instrumento de planejamento agrícola que vai beneficiar também muitos estados do Nordeste, como Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte”, lembrou Aloízio Mercadante. O Ministro também ressaltou sua importância na prevenção de desastres naturais, como longos períodos de seca ou chuvas bem acima da média. “Precisamos entender porque esses eventos acontecem e prevenir as ações que as mudanças climáticas podem causar”, explicou Mercadante.

 

Para a instalação do Radar Meteorológico Banda-S foram investidos R$ 14 milhões, sendo R$ 10 milhões partiram do Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e R$ 4 milhões do Governo do Estado do Ceará. Do total, R$ 12 milhões foram utilizados para a compra do equipamento e o restante (R$ 2 milhões) para a melhoria dos acessos ao local (construção de vias) e alimentação energética. Segundo lembrou o secretário estadual da Ciência e Tecnologia, René Barreira, a instalação do Radar partiu de uma emenda de Ciro Gomes quando deputado federal, que aliado a sensibilidade do ex-presidente Lula, tornou possível a obra. “Com esse importante equipamento vamos ter um zoneamento agrícola e um controle mais efetivo e técnico dos eventos de grande risco”, ressaltou o secretário.

 

Hospital Regional do Sertão Central

 

O Governador Cid Gomes finalizou a solenidade em Quixeramobim, anunciando que no dia 16 de dezembro o Governo do Estado vai receber as propostas das empresas para contratação da empreiteira que será responsável pelas obras do Hospital Regional do Sertão Central (HRSC) que, ao lado do Hospital Regional do Cariri (HRC) e do Hospital Regional Norte (HRN), descentralizará o acesso à saúde no Estado e levará atendimento de qualidade para o Interior do Estado, além de desafogar os hospitais da Capital.

 

Participaram da solenidade o presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins; o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério (Seped/MCT), Carlos Nobre; o diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Adolfo Fuck; o Prefeito de Quixeramobim, Edmilson Júnio; o secretário estadual da Fazenda, Mauro Filho, o presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente do Ceará (Conpam), Paulo Henrique Lustosa; o deputado federal, José Guimarães; prefeitos e autoridades da Região.

 

03.11.2011

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)