Ceará será o primeiro estado a instalar equipamento de arvorismo público

23 de Março de 2012

O Estado do Ceará será o primeiro do Brasil a instalar um equipamento de arvorismo público. A modalidade esportiva será praticada no Parque do Cocó. O convênio para a pratica da modalidade será firmado nesta segunda-feira (26), às 16 horas, dentro do programa alusivo a Festa Anual da Árvore, entre a Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte), Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) e Associação de Esportes Radicais Atletas da Luz. A solenidade acontece no  Centro de Referência Ambiental do Parque do Cocó, próximo ao anfiteatro.

 

A nova atividade chega para diversificar os momentos de recreação e lazer do frequentadores do Parque do Cocó,  segundo o presidente do Conpam Paulo Henrique Lustosa. A iniciativa contemplará alunos de escolas públicas que farão visitas guiadas. Os estudantes receberão aulas de ecossistema e praticarão o arvorismo de forma instruída e educativa. Além dos alunos, o público em geral poderá usar o equipamento.

 

O coordenador Fram Iverson Sampaio vai ter uma equipe de 10 pessoas atuando no parque diariamente. “Tem extrema relevância social um programa desse porte”, disse Sampaio. Para ele, o estado do Ceará dá um passo largo no avanço da inclusão social através da modalidade esportiva. “Nos alinharemos aos países da Europa. Foi no Velho Mundo, inclusive, que o arvorismo foi criado por pesquisadores de fauna e flora”, comemorou o coordenador.

 

Sobre o Arvorismo

 

O arvorismo é uma prática esportiva de aventura, que consiste na travessia de um percurso suspenso entre plataformas montadas na copas das árvores. Esse trajeto é preparado de maneira estratégica,  utilizando cabos de aço e cordas, criando possibilidades de desafio e a adrenalina nos praticantes. Existem vários graus de dificuldades, segundo Fram Iverson Sampaio.

 

Para a realização dessa modalidade esportiva são necessários tirolesas ou outras formas de superar os obstáculos, que podem ser naturais ou não. Os praticantes não precisam necessariamente serem atletas. Todo o percurso deve ser acompanhado por monitores treinados e capacitados. Na atividade do arvorismo é considerado importante a utilização constante de um kit constando de: cabo de segurança, cadeirinha, polia, mosquetão e capacete.

 

23.03.2012

Assessoria de Comunicação da Sesporte

Manuella Viana (manuella.viana@esporte.ce.gov.br / 85 3101.4415)

Assessoria de Comunicação do Conpam

Elizabeth Rebouças (85 31011235)