Governo expandirá Projeto Jovem de Futuro para mais 125 escolas

6 de setembro de 2012

Nesta segunda-feira (10), às 14 horas, a Secretaria da Educação (Seduc) realizará um sorteio para definir mais 125 escolas públicas da rede estadual que começam a implantar o  Projeto Jovem de Futuro em 2013. O evento contará com a presença do secretário adjunto, Maurício Holanda. A iniciativa visa melhorar o desempenho dos alunos do Ensino Médio, além de reduzir a evasão. É uma ação conjunta dos Governos Estadual e Federal, além do Instituto Unibanco, com um investimento total de R$ R$ 9.257.900,00.

 

Lançado no primeiro semestre desse ano, com a  adesão de 100 escolas, o Jovem de Futuro é uma tecnologia voltada à Gestão Escolar para Resultados. Em 2013, 225 escolas irão trabalhar com o projeto que tem como base a capacitação de um grupo de gestão, formado por integrantes da própria escola, para a criação de um Plano de Melhoria de Qualidade que é implementado ao longo de três anos, correspondente ao ciclo do Ensino Médio. No início, 92.500 alunos foram beneficiados. No próximo ano, o PJF chegará a mais de 100 mil novos alunos desse nível de ensino. Cada unidade define seu próprio planejamento, identificando carências e necessidades lado a lado com os parâmetros de qualidade que pretende alcançar em cada aspecto da vida escolar. Podem ser  a média dos alunos, o perfil dos professores, as rotinas administrativas, instalações físicas.

 

Para a execução de seu Plano de Melhoria, a unidade terá apoio técnico e financeiro, no valor de R$ 100,00 ano-aluno. Além da capacitação para trabalhar com o novo modelo de gestão, receberá também recursos para desenvolver projetos e contará com sistema de reconhecimento e premiação para professores, servidores e alunos.

 

Para isso, em um período de três anos, as escolas terão que aumentar em 25 pontos a média de desempenho dos alunos em Língua Portuguesa e Matemática, tendo por referência o Sistema Permanente da Educação Básica (Spaece), diminuir em 50% o percentual de alunos com rendimento abaixo do nível intermediário, conforme a escala do Spaece, e reduzir em 40% os índices globais de abandono do ensino médio.

 

Ensino Médio Inovador (EMI)

A Secretaria da Educação (Seduc) aderiu ao Programa Ensino Médio Inovador (EMI), do Ministério da Educação, que utiliza o Jovem de Futuro como tecnologia de Gestão. O objetivo do EMI é apoiar e fortalecer o desenvolvimento de propostas curriculares inovadoras nas escolas de ensino médio, ampliando o tempo dos estudantes na escola e buscando garantir a formação integral com a inserção de atividades que tornem o currículo mais dinâmico, atendendo também as expectativas dos estudantes e às demandas da sociedade contemporânea. O Estado do Ceará pretende universalizar a tecnologia do PJF até 2016 para toda as escolas que ofertam o Ensino Médio Regular, um total de 511 unidades até agora. 

 

Serviço: Sorteio de 125 escolas para o Projeto Jovem de Futuro
Data: 10/09/2012 – Horário: 14 horas – Local: Centro de Convivência do Servidor – Cambeba

 

06.09.2012

 

Assessoria de Imprensa da Seduc

Jacqueline Cavalcante – jacquelinec@seduc.ce.gov.br

3101.3972