Porto do Pecém ganha reforço na oferta de energia elétrica

9 de outubro de 2012

As empresas Elmo Eletro Montagem, Lince Engenharia e MPI Construções  apresentaram na segunda-feira (08) à Comissão Central de  Concorrências, propostas para a contratação de serviços de construção  e montagem de uma subestação PC-04 no pátio de cargas do Terminal  Portuário do Pecém. O equipamento será importante complemento às operações de oferta de energia elétrica para as atividades do Porto, em especial ao recebimento de cargas frigorificadas para importação e exportação de produtos por aquele terminal.

 

A subestação está orçada em R$ 582.081,52 a serem pagos com recursos  do Governo do Estado, devendo estar montada e operando num prazo de quatro meses a partir da assinatura das Ordem de serviços. A análise da documentação, referente à habilitação das empresas interessadas,   está sendo realizada pela Seinfra. Após divulgado o resultado será marcada data para a abertura das propostas de preços.

 

A construção e montagem de uma nova subestação de 5.000 KWA em   alvenaria vai substituir a atual, instalada em um contêiner de 40 pés denominado PC-04, voltada para alimentar as tomadas que atendem aos contêineres frigorificados, atendendo aos padrões adotados atualmente  pelas subestações implantadas naquele terminal portuário tanto com  relação à estrutura física quanto à segurança elétrica, plano de  manutenção, segurança operacional e normas técnicas.

 

A subestação é mais um reforço para atender as novas demandas que  estão sendo implantadas no Complexo Industrial e Portuário do Pecém,  tais como a correia transportadora, o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT), o Descarregador Contínuo de Navios e a ampliação da rede de tomadas  para contêineres frigorificados. A Seinfra está também concluindo a  montagem de novos grupos geradores de energia elétrica e obras  auxiliares para incremento de mais 10.000KW da Usina Termelétrica  existente no Porto do Pecém.

 

A potência instalada atual da usina, situada ao lado da subestação principal da Cearáportos desde 2004, é de 5.250 KW, e com a ampliação passará a gerar 15.250 KW. A ampliação da capacidade de geração da UTE está estimada em R$ 18 milhões, sendo os recursos oriundos de convênio  
entre o Governo do Estado e Secretaria Especial dos Portos (SEP).

 

09.10.2012

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Marco da Escóssia / Luiz Guedes (85 3216.3763 – 65)

Twitter: @seinfrace
Facebook: facebook.com/SeinfraCE