Integração Nacional investe em irrigação no Ceará

13 de novembro de 2012

Cerca de 34 mil hectares em sete áreas do Ceará receberão recursos para ampliar as ações de irrigação. O anúncio foi feito nesta terça-feira (13) pelo Ministério da Integração Nacional, durante o lançamento do Programa “Mais Irrigação”, em Brasília, que contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff e do ministro Fernando Bezerra. “Podemos atualmente aproveitar novas tecnologias e, com as características do nosso clima, nós podemos certamente nos transformar muito brevemente em grandes produtores, em um país que tem a maior quantidade de área irrigada do mundo”, disse o governador Cid Gomes, que esteve presente na cerimônia de lançamento do “Mais Irrigação”. Ele considera ainda que vários países do mundo têm investido em grandes áreas de irrigação, como Israel, e isso tem gerado grande retorno econômico.

 

irrig_dentro1O programa é dividido em quatro Eixos. No primeiro deles, o objetivo é atrair investimentos privados por meio de concessão da ocupação agrícola, do investimento em infraestrutura de irrigação e da operação, promovendo a utilização sustentável dos recursos de água e solo, dinamizando o desenvolvimento regional e gerando emprego e renda. No Ceará, o perímetro beneficiado é o do Baixo Acaraú, com 4.144 hectares.

 

O segundo Eixo, os perímetros serão revitalizados potencializando a produção agrícola, gerando aumento da eficiência e a maior e melhor ocupação das áreas irrigadas. Nesse perfil, será contemplado o perímetro de Tabuleiro de Russas, com 6.376 hectares. O Eixo 3 vai beneficiar pequenos produtores familiares que terão apoio e incentivos para produzirem de forma eficiente gerando emprego, renda e qualidade de vida, sendo beneficiados os perímetros cearenses Araras Norte (3.225 ha), Ayres de Souza (615 ha), Várzea do Boi (630 ha) e Icó-Lima Campos (4.263 ha). Já o Eixo 4, compreende a elaboração de estudos e projetos visando a criação de uma carteira para implantação de perímetros irrigados. Nessa situação será beneficiado o perímetro de Ibicuitinga com 15 mil ha.

 

irrig_dentro2O “Mais Irrigação” tem a finalidade de valorizar o agricultor familiar e desenvolver, por meio de parcerias público-privadas, a economia regional de forma sustentável, gerando mais emprego e renda, e levando alimentos de qualidade para a mesa dos brasileiros. O programa estará presente ainda em 15 estados: Alagoas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Sergipe e Tocantins.

 

A ação prevê investimentos de R$ 3 bilhões, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e outros R$ 7 bilhões vindos da iniciativa privada. São 538 mil hectares de projetos com vocação para a produção de biocombustíveis, fruticultura e ainda para a produção de leite, carne e grãos, que irão incluir o pequeno e o médio agricultor na cadeia produtiva, garantindo mercado, assistência técnica e preço justo.

 

13.11.2012

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br – 85 3466.4898