Governador Cid Gomes confere posse do novo presidente da Assembleia

1 de Fevereiro de 2013

O governador Cid Gomes conferiu nesta sexta-feira (01) a posse do novo presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, José Albuquerque. Ele será o presidente do Poder Legislativo Estado durante o biênio (2013-2014). “Eu não tenho dúvida que a relação entre Governo e Assembleia será de respeito mútuo, de trabalho harmonioso em favor do desenvolvimento do Estado do Ceará. Essa será a tônica da relação”, enfatizou Cid Gomes.

 

Após a solenidade de posse, em entrevista coletiva, o Governador ressaltou as ações desenvolvidas para diminuir os efeitos da estiagem no Estado, onde a principal preocupação, segundo Cid Gomes, é manter a capacidade hídrica. Para este ano, segundo a previsão da Funceme é que existe 45% de possibilidade que o volume de chuvas fique abaixo da média. “Nós temos uma comissão da Defesa Civil que está permanentemente em reunião e nós temos tido integral apoio do Governo Federal. O Garantia-Safra previa pagamento de cinco parcelas, em relação ainda a 2012, mas o Estado fez mais uma, a sexta, e a União fez mais quatro. Se transformou em 10 parcelas, significando que os 250 mil agricultores inscritos receberão parcelas até abril. Bem como a prorrogação do Bolsa Estiagem, para aqueles que não estavam inscritos no Garantia Safra.

 

Cid Gomes ressaltou que na última quinta-feira (31) ele esteve ao lado do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, visitando as obras da Transposição do Rio São Francisco, que no prazode um ano e meio se integrará ao programa do Cinturão das Águas do Ceará (CAC). “Nós vamos começar, se Deus quiser, a obra agora em fevereiro. No município em que as águas do São Francisco chegam ao Ceará, que é em Jati, vamos transportar essa água para o lado mais seco do Ceará, que é a nossa divisa com o Piauí. Desde o Cariri Ocidental, a região de Campos Sales, Salitre, Araripe, que têm já hoje, problemas de abastecimento, passando pelo Inhamuns, Sertão de Crateús e pelo Sertão Central, que são as regiões que têm menor índice de chuvas”, explicou Cid.

 

Ele destacou ainda que, “graças à sensibilidade da presidenta Dilma Rousseff”, estão sendo desenvolvida um conjunto ações, que vão desde a criação de sistemas de abastecimento d’água, implantação de novos sistemas de abastecimento d’água, implantação de cisternas, construção de adutoras e construção de barragens. “Existe um conjunto de obras, que está com valor estimado de R$ 650 milhões, desenvolvido em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Integração, que vai dar uma solução definitiva para a convivência com a estiagem, que é uma realidade para a qual nós temos que nos preparar”, disse Cid.

 

01.02.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)