Policlínicas já realizaram mais de 200 mil atendimentos no Interior

13 de maio de 2013

As policlínicas regionais inauguradas pelo Governo do Estado e em funcionamento no Interior  dão cobertura à população a cerca de 2 milhões de habitantes a mais de 60 municípios e realizaram em conjunto, a partir de janeiro de 2011, 203.555 atendimentos até março deste ano. São nove policlínicas regionais em funcionamento nos municípios de Sobral, Pacajus, Baturité, Itapipoca, Tauá, Aracati, Camocim, Brejo Santo e Acaraú.  Na próxima sexta-feira (17), o governador Cid Gomes vai inaugurar a 10º Policlínica, dessa vez em Campos Sales, no Cariri.

 

As policlínicas do tipo 1 oferecem 10 especialidades  – cirurgia geral, cardiologia, ginecologia e obstetrícia, gastroenterologia, traumato-ortopedia, otorrinolaringologia, oftalmologia -, exames de radiologia, mamografia, ultrassonografia, endoscopia digestiva, ecocardiografia, ergometria, eletrocardiograma, audiometria e coleta de patologia clínica. As policlínicas do tipo 1 contam ainda com apoio técnico de enfermagem, farmácia clínica, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, assistência social e ouvidoria.

 

Uma das primeiras a ser inauguradas, a policlínica regional em Baturité, já realizou 59.110 atendimentos, desde abril de 2011, e incorporou novas especialidades e realiza, também, consultas em dermatologia e pré-natal de risco. Em Tauá, a Policlínica Dr. Frutuoso Gomes de Freitas, primeira a ser inaugurada, oferece também consultas em neurologia e já fez, desde janeiro de 2001, 50.396 atendimentos.

 

Em Sobral funciona a Policlínica Bernardo Félix da Silva, do tipo 2, que começou a funcionar em agosto do ano passado, e oferece consultas especializadas em ginecologia, obstetrícia, neurologia, otorrinolaringologia, urologia, angiologia, cirurgia geral, endocrinologia, traumato-ortopedia e cardiologia. A população também tem acesso a exames complexos, como tomografia computadorizada.

 

Nas policlínicas regionais, o encaminhamento de pacientes é feito pelas secretarias municipais de saúde, a partir da solicitação de consultas e exames feita pelos médicos da atenção básica de saúde. No agendamento, o paciente escolhe data e horário para a consulta ou exame, de segunda a sexta-feira, de acordo com a disponibilidade de vagas. A distribuição de vagas para atendimento é proporcional à população de cada município.

 

Leia também:

 

Governador entrega policlínica em Acaraú, dia 10, e anuncia mais inaugurações na saúde

 

13.05.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 3101.5221 – 8733.8213)

Twitter: @SaudeCeara

Facebook: www.facebook.com/saudeceara