Sesa orienta médicos e população sobre meningite

16 de maio de 2013

Profissionais de saúde da atenção básica e a população em geral estão no foco da abordagem que a Secretaria da Saúde do Estado está adotando para a prevenção e tratamento da meningite.  Um folder dirigido à população e o protocolo terapêutico destinado aos médicos estão sendo distribuídos para todas as unidades de saúde com orientações sobre o reconhecimento e tratamento precoce da doença. O folder traz orientações sobre o que fazer em caso de suspeita de meningite. O tratamento precoce é essencial para evitar o óbito e as graves complicações associadas à doença, de acordo com a causa. Na meningite bacteriana o quadro é grave e o paciente deve ser internado para tomar antibiótico administrado na veia. A meningite viral geralmente dispensa internamento e o tratamento é feito para aliviar os sintomas.

 

No Ceará, o número de casos de meningite vem decrescendo de forma sustentada desde 1995, de acordo com o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado em abril deste ano. Em 2012, com 382 casos registrados, a incidência da doença voltou aos níveis de 2006 e 2007, de 4,4 casos por 100 mil habitantes, após elevação nos anos de 2008, 2009 e 2011. De acordo com o boletim, as meningites, em geral, apresentam comportamento endêmico no Ceará. Observa-se, porém, a redução dos casos desde 1994, com exceção dos anos de 1999, 2004, 2008, 2009 e 2011, onde foi evidenciada a ocorrência de surtos de meningites virais, aumento das meningites pneumocócicas e de doença meningocócica. Este ano (2013) foram notificados 55 casos. Três óbitos foram confirmados no interior – em Juazeiro do Norte, Pacatuba e Fecheirinha.

 

A principal forma de prevenção da meningite é a detecção e o tratamento precoce dos casos, evitando-se que a doença seja transmitida a outras pessoas. O procedimento é procurar orientação médica mesmo que os sintomas pareçam com uma simples virose, especialmente em crianças. Existem vacinas para prevenir alguns tipos de meningite. No calendário básico de vacinação da criança estão disponíveis as vacinas BCG, Hib, pneumocócica 10-valente e meningocócica conjugada C. Na prevenção da meningite, é fundamental manter atualizado o esquema de vacinação das crianças.

 

16.04.2013

 

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira/ Marcus Sá ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220/ 3101.5221 / 8733.8213)
Twitter: @SaudeCeara
Facebook: www.facebook.com/saudeceara