Ceará se destaca nacionalmente nas ações de convivência com a seca

17 de junho de 2013

Instalações de cisternas, projetos de abastecimento e transferência de água, liberação de recursos do Pronaf, logística na distribuição do milho. Todas essas de ações de convivência com a seca deixam o Ceará na vanguarda em comparação ao restante do Nordeste. Todos os números e dados referentes a essas ações comprovam o pioneirismo do Ceará, segundo destacou governador Cid Gomes nesta segunda-feira (17), durante a solenidade que liberou 104 projetos para a implantação de sistemas de abastecimento d´água do Programa Água para Todos. “Essa é mais uma ação que demonstra o esforço de diversos agentes no âmbito estadual, federal e municipal, de diminuir os problemas da seca. Fico mais feliz em saber que ações não estão se limitando só ao emergencial. Que esse esforço também está fazendo no Ceará obras estruturantes”, ressaltou o Governador.

 

Na solenidade, o Governador também fez referência a implantação do Cinturão das Águas, obra que segundo o chefe do executivo vai colocar mais uma vez o Ceará em situação de pioneirismo. “Estamos cuidando do pequeno agricultor e do suprimento estratégico de água no Ceará”, destacou. O Cinturão se constitui de um grande sistema gravitário de canais para a condução das águas do São Francisco para a 93% do território cearense. Suas obras serão divididas em duas etapas, onde o investimento total para todo o projeto é de R$ 7 bilhões.

 

Cid ressaltou ainda a importância da liberação dos benefícios que aconteceram nesta segunda-feira, e que representam um investimento de R$ 18.900.821,73. Os recursos são do Ministério da Integração Nacional e Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), e vai beneficiar só nessa ação cerca de 3.881 famílias, de 35 municípios cearenses. Entre eles os municípios de Amontada e Cedro, que a partir dessa ação universalizam a água em todo o seu território. “O Ceará é o estado que por via de regra está mais adiantado nas instalações de cisternas de água. São 14.228 em situação já de implantação. Ainda temos recursos para investir nessas ações e garantir que até 2014 o Ceará vai universalizar o abastecimento de água”, destacou o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins.

 

Gov SDA4Durante a liberação dos benefícios, também foram assinados três acordos. Um entre o Banco do Nordeste, SDA e Fetraece para Regularização dos Financiamentos Rurais dos Agricultores Familiares do Ceará. O segundo, entre Banco do Brasil e Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), no valor de R$ 100 milhões para o financiamento da infraestrutura hídrica e produção de forragens por meio do Programa Nacional de fortalecimento da Agricultura Familiar. O terceiro entre BNB e Governo do Estado, através da Secretaria, para viabilizar o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS) – Projeto São José III.

 

Também foram entregues quintais produtivos para agricultores para o Movimento dos Sem Terra (MST), cinco cartas de crédito para apicultores da Federação de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Ceará (Fetraece) e casas digitais, no valor de R$ 60 mil, cada uma. “No início de julho devemos fazer a liberação de mais outro conjunto de ações e projetos a serem entregues”, anunciou Nelson Martins.

 

 

Gov SDA   Gov SDA2

 

17.06.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)