Ednardo comemora 40 anos de carreira com show na Praça Verde

26 de julho de 2013

Confira as diversas opções de lazer, cultura e arte que o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, a Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho e o Centro Cultural Bom Jardim, equipamentos geridos pelo Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC), vinculado à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, oferecem como destaques para esta semana.

 

Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema.

 

Ednardo celebra 40 anos de carreira no Dragão do Mar

 

No próximo dia 27 de julho, às 21h, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o cantor cearense Ednardo estará celebrando quatro décadas de carreira com o show “Ednardo – 40 anos de Canção”. Na ocasião, cantor gravará um DVD ao vivo. O acesso é gratuito.

 

Talentosos músicos cearenses, como Mími Rocha (guitarra), Luis Miguel Caldas (baixo), Aroldo Araújo (baixo acústico), Herlon Robson (teclado e acordeon), Edson Távora (teclado), Manassés Sousa (viola 12/cavaco), Carlos Patriolino Filho (bandolim/violão), Márcio Resende (metais), Denilson Lopes (bateria), Hoto Junior (percussão), Nilton Fiore (percussão), acompanham o músico. A apresentação contará com a participação especial de Rodger Rogério e Teti, parceiros de Ednardo no disco “Meu Corpo Minha Embalagem Todo Gasto Na Viagem – Pessoal do Ceará” e do paraibano Chico César.

 

De 1973 – quando lançou os hits “Beira Mar”, “Terral” e “Ingazeiras” – para cá, Ednardo acumulou mais de 400 músicas e letras, distribuídas em 15 discos originais, 16 discos de compilações, duas trilhas musicais para teatro, dois especiais para TV e quatro trilhas musicais de cinema.Em 1976, “Pavão Mysteriozo”, lançado dois anos antes no disco O Romance do Pavão Mysterioso, virou tema de abertura da novela Saramandaia, da Rede Globo, neste ano relançada em nova versão. Entre suas músicas, destacam-se ainda muitas outras, como “Artigo 26”, disco Berro (1976), “Enquanto engoma a calça” – coautoria com Climério – e “A Manga Rosa” (Ednardo, 1979).

 

Reconhecidas internacionalmente, suas músicas já foram gravadas por mais de 50 diferentes intérpretes e tocam em países como Portugal, Espanha, França, Itália, Holanda, Alemanha, Japão, Israel, Cuba, México, Argentina, Uruguai, comunidades Latino-Americanas dos Estados Unidos, entre outros.

 

Ednardo é o autor das trilhas musicais dos filmes Luzia Homem (Fábio Barreto) sucesso de bilheteria no Brasil e exterior, Tigipió (Pedro Jorge de Castro), com trilha premiada nos festivais de Karlov Vary, na Checoslováquia, e em Verona, na Itália, e O Calor da Pele (também de Pedro Jorge de Castro). Em 1977 dirigiu e produziu o filme Cauim, um misto de documentário e ficção sobre o maracatu cearense. Este trabalho deu nome ao seu disco lançado no ano seguinte.

 

A riqueza musical de Ednardo nesses 40 anos de carreira rompe qualquer tentativa de rotular sua obra. Ele é um dos responsáveis por ampliar a uma dimensão nacional, as manifestações da tradição regional do maracatu, frevo, forró, baião e cordel, que misturadas ao rock, blues, canções românticas, boleros e outros ritmos, resultou nessa tão múltipla obra. Nas palavras do professor e pesquisador Gilmar de Carvalho, em Referenciais Cearenses na Comunicação Musical de Ednardo, “Ele cria em cima do que seria raiz, sem folclorizar seu trabalho. É um artesão da canção, um compositor cearense/brasileiro/universal”.

 

Serviço:

 

Ednardo – 40 anos de Canção – Show e gravação do DVD ao vivo, comemorativo aos 40 anos de carreira de Ednardo. Dia 27 de julho, às 21 horas, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema, Fortaleza/CE). Informações: (85)3488-8600. Acesso gratuito.

 

Porto Iracema das Artes realiza oficina preparatória gratuita para o Laboratório de Artes Visuais

 

Durante todo o mês de julho, o Porto Iracema das Artes – Escola de Formação e Criação do Ceará está realizando uma série de encontros e oficinas para preparar os agentes culturais na formulação dos projetos para os Laboratórios de Criação.

 

Com inscrições abertas até o dia 31 de julho, os Laboratórios de Criação iniciam as atividades formativas a partir do final do mês de agosto. Nesta terça-feira (23), às 19h, no Auditório do Dragão do Mar, a curadora e diretora da Associação Cultural Videobrasil, Solange Farkas, ministra oficina para o Laboratório de Artes Visuais. A oficina visa qualificar os participantes para elaborar projetos culturais. Solange Fakas criou o Festival Internacional de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil, evento do qual é também curadora-geral e que se tornou referência para a produção artística do Sul geopolítico do mundo, além de ter trazido nomes de peso da arte internacional, como Akram Zaatari, Peter Greenaway, Marina Abramovic e Olafur Eliasson.

 

Os Laboratórios de Criação são espaços de reflexão, criação e produção cultural, com um modelo de imersão, onde os artistas serão orientadores por profissionais qualificados, professores-tutores, durante sete meses. No final do processo de formação, serão 20 projetos para apresentação ao mercado.

 

Inscrições: http://www.inscricoesportoiracema.com.br

 

Dragão do Mar continua programação especial de férias

 

Feira, mostra de cinema, discotecagens, apresentações artísticas, shows e atividades infantis prometem agradar visitantes até o início de agosto.

 

Conhecido como um dos principais pontos de visitação turística do estado, especialmente no período de férias, e lugar de excelência na criação, produção e difusão de arte e cultura do Ceará, o Dragão do Mar preparou para os seus visitantes uma programação irreverente e diversificada. Contando com apoio do Sesc, o Dragão do Mar inicia neste mês um ciclo temático que promete agradar todos os tipos de público, o Fuxico no Dragão: venha namorar, paquerar, ler e se divertir. O Projeto oferece, até a primeira semana de agosto, uma série de atividades, como feira, discotecagens, apresentações artísticas, shows, além de opções de cultura, entretenimento e arte-educação para o público infantil. A proposta é oferecer um ambiente acolhedor e irreverente, um espaço de sociabilidade e fruição de bens simbólicos. A programação completa pode ser acessada no site www.dragaodomar.org.br.

 

Para esta semana:

 

MOSTRA DE CINEMA MAR ABERTO

 

Todas as sextas-feiras e todos os sábados de julho, os visitantes do Dragão do Mar poderão conferir, gratuitamente, a Mostra Mar Aberto: curtas-metragens cearenses de todas as épocas. A Mostra tem curadoria de Salomão Santana. Como o próprio nome sugere, Mar Aberto propõe um olhar panorâmico e abrangente sobre a produção local de filmes em curta-metragem. Reunindo temáticas plurais, a mostra reúne obras de realizadores cearenses, produzidas em períodos temporais diversos. Uma boa oportunidade para ver e refletir sobre o audiovisual no estado. Confira a relação completa dos filmes a serem exibidos:

 

Dia 26

 

Baratas
Cor, Digital, 18min, 2012
Direção: Maira Bosi
A mãe de Carlinhos tem medo de baratas. O pai de Carlinhos não quer mais matar baratas.

 

Reisado Miudim
Cor, Digital, 13min, 2008
Direção: Petrus Cariry
O sonho de Mateus é brincar no reisado. No dia da apresentação, seu avô pede para que ele vá com Bruno até a feira para comprar fitas. Lá, Bruno insiste para que Mateus compre brinquedos. Mateus resiste. Voltando para casa, Mateus recebe do seu avô um lindo presente.

 

Raimundo dos Queijos
Cor, Digital, 16min, 2010
Direção: Victor Furtado
Um oásis de gente revela outro lado da vida no centro da cidade.

 

Odete
Cor, Digital, 16min, 2012
Direção: Clarissa Campolina, Ivo Lopes Araújo, Luiz Pretti Odete está presa entre o passado e o futuro. Ela sai em viagem, mas continua imóvel. Ela encara o abismo e se pergunta se sairá viva.

 

As Corujas
Cor, Digital, 21min, 2009
Direção: Fred Benevides
Em qualquer parte, na noite, estarão as corujas.

 

Dia 27

 

Apnéia
Cor, Digital, 5min, 2008
Direção: Henrique Didimo
Sem sinopse

 

Campo Branco
Cor, Digital, 15min, 1997
Direção: Telmo Carvalho
De forma coreografada, a relação de amor do homem nordestino com a chuva numa linguagem poética.

 

Brincantes Fúnebres
Cor, Digital, 7min, 2011
Direção: Nigéria
Uma equipe de gravação acompanha programas policiais de TV nas madrugadas de Fortaleza. O Folguedo do Boi é uma tradição folclórica que trata o boi como personagem principal e encerra com a morte do animal alegorizado. Os brincantes acompanham de perto.

 

Casa da Vovó
Cor, Digital, 24min, 2008
Direção: Victor de Melo
Espaços e sentimentos misturam-se.

 

Rua Governador Sampaio
Cor, Digital, 13min, 2009
Direção: Victor de Melo
Um dia na Rua Governador Sampaio, no Centro de Fortaleza.

 

Serviço: Mostra Mar Aberto

Dias 26 e 27 de julho, a partir das 19h, no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Acesso gratuito.

 

SHOWS:

 

Flip Jay – Dia 27, às 20h, no palco ao lado da Galeria Multiuso. Acesso gratuito.

Nigroover – Dia 27, às 22h, no palco ao lado da Galeria Multiuso. Acesso gratuito.

Caio Castelo – Dia 28, às 20h, no palco ao lado da Galeria Multiuso. Acesso gratuito.

 

TEATRO INFANTIL

Rainha de Nada – Dia 27, às 18h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

OFICINA INFANTIL

Oficina de Carteiras Ecológicas – Dia 28, às 17h, na Arena Dragão do Mar. Acesso gratuito.

______________________________________________________________________

 

Selvagens à Procura de Lei lança CD nesta sexta (26)

 

Nesta sexta-feira (26), às 21h, no Anfiteatro, a banda “Selvagens à Procura de Lei” estreia disco com letras consistentes e arranjos que fogem do comum. As canções, embaladas pelas vozes de Gabriel Aragão e Rafael Martins, têm influências que vão de Beatles a Arctic Monkeys.

 

Natural de Fortaleza, a banda se projetou, participando de diversos festivais. Entre as conquistas alcançadas, a indicação na categoria Aposta do VMB 2012 da MTV e uma apresentação no Prêmio Multishow 2012, junto com o grupo Capital Inicial. A banda é a grande revelação do Rock Brasil nesta segunda década dos anos 2000. Também aborda temas românticos e são tratados sem pieguices.

 

Dia 26, às 21h, no Anfiteatro. Ingressos: R$ 30,00 / 15,00.

Contato: Denor 3021-7186 / 9766-6891 / 8755-0578 / denor@empirerecords.com.br

___________________________________________________________________

 

Banda de Música Gil Teixeira Bastos de Jaguaribe se apresenta neste domingo (28)

 

A Banda de Música Gil Teixeira Bastos de Jaguaribe faz parte do “Projeto Pra Ver a Banda”, do Sistema Estadual de Bandas de Música (SEBAM/CE). O programa foi iniciado no dia 22 de novembro de 1998, pela banda de música do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará e, desde então, acontece sempre aos domingos, em meses alternados, no Espaço Rogaciano Leite, às 19h.

 

O Sistema Estadual de Bandas de Música (SEBAM/CE) visa sistematizar e programar políticas de integração e incentivo às bandas de música de todo o Estado, com diretrizes estabelecidas de forma democrática e participativa por estas instituições, conforme Lei n.º 13.605 de 28 de junho de 2005.

 

Serviço: Dia 28, às 19h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Acesso gratuito.

 

[Múltiplas linguagens]

 

Sahaja Yoga

 

A prática permite que a pessoa se identifique com o seu verdadeiro ser, abandonando os hábitos negativos para a evolução espiritual.

Serviço: Sexta (26), às 16h, no Bosque da Praça Verde. Acesso gratuito.

Feira Dragão Arte

Feira de artesanato realizada em parceria entre SEBRAE-CE e SIARA-CE.

Serviço: De sexta a domingo, das 17h às 22h, Ao lado do Espelho D’água. Acesso gratuito.

 

Planeta Hip Hop

 

Grupos promovem exibições de dança e música hip hop.

Serviço: Sábado (27), às 19h, na Arena Dragão do Mar. Acesso gratuito.

5º Grupo Escoteiro do Ar Pinto Martins

De acordo com a faixa etária dos participantes, o grupo define as atividades de  escoteirismo.

Serviço: Sábado (27), das 14h às 17h, na Praça Verde. Acesso gratuito.

 

Encontro Cearense de Malabares

 

O encontro reúne jovens iniciantes e profissionais que exercem a prática dos malabares.

Serviço: Sábado (27), às 17h, na Praça Almirante Saldanha. Acesso gratuito.

 

[Exposições]

 

Museu da Cultura Cearense (MCC)

 

Verde – amarelo

 

“A exposição “Verde-amarelo” mostra, sob um piscar de olhos, divertidas facetas da torcida futebolística brasileira – e, em especial no Nordeste e em cidades do interior. A mostra enfatiza o design da rua, os inventos do dia a dia e os momentos quando os brasileiros se orgulham das cores da bandeira brasileira.

 

A maioria das imagens e dos objetos foi captada no interior do Ceará, durante os últimos grandes eventos esportivos, como na Copa de Mundo de 2010.  Durante a exposição, pretende-se ampliar o acervo com a colaboração do público, criar ações interativas e resgatar algo do rico universo da cultura popular e do kitsch em torno das cores da bandeira do Brasil, com um olhar descontraído e com certa ironia.” diz Titus Riedl

 

A mostra apresenta exemplos da criatividade e inventividade dos brasileiros em relação aos seus eventos esportivos e à paixão pelo futebol, traduzida nas cores da bandeira nacional. Um dos idealizadores da Exposição, o sociólogo e pesquisador Titus Riedl afirma que a exposição busca mostrar, de maneira divertida, como se dá essa cultura do improviso aqui no Ceará. “Queremos ver como os indivíduos criam e recriam objetos para expressar a sua emoção, utilizando, inclusive, elementos que são próprios dessa cultura, como a renda, a presença de redes, bandeirinhas, o fuxico, entre outros”, afirma.

 

Segundo Valéria Laena, diretora do MCC, vemos agora serem iniciados os preparativos para receber esses grandes eventos, então é um momento oportuno para refletirmos de maneira leve sobre questões importantes como construção da brasilidade, identidade e memória. “O povo cearense é conhecido por sua criatividade, então estamos apostando nesse espírito inventivo para mostrar como se materializa essa mobilização nestes períodos em particular”, afirma Valéria.

 

Visitação de terça a domingo, das 10h às 20h (acesso até às 19h30). Acesso Gratuito.

 

Vaqueiros [Sala 4] (ÚLTIMO ANO)

 

Exposição lúdica, de caráter didático, percorre o universo do vaqueiro a partir da ocupação do território cearense pela pecuária até a atualidade. Utiliza cenografia, imagens e objetos ligados ao cotidiano do vaqueiro.

Visitação de terça a domingo, das 10h às 20h (acesso até às 19h30). Acesso Gratuito.

 

Brinquedo – A Arte do Movimento [Sala 3] (ÚLTIMO ANO)

 

A exposição estimula a memória e ativa a sensibilidade. Os brinquedos expostos pertenciam a Coleção Macao Goes e hoje fazem parte do acervo do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Visitação de terça a domingo, das 10h às 20h (acesso até às 19h30). Acesso Gratuito.

 

 

Museu de Arte Contemporânea MAC

 

Leonilson Inflamável

 

A exposição “Leonilson Inflamável” apresenta um generoso recorte da produção artística do cearense. Com curadoria de Bitu Cassundé, a mostra, composta por cerca de 175 obras, evidencia parte de um acervo ainda inédito no Ceará, composto, principalmente, por três coleções: Família Bezerra Dias, Museu de Arte Contemporânea do Ceará – MAC CE e Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM SP.

 

“Leonilson Inflamável” traz desde as lonas, gravuras, desenhos e bordados da sua última fase, até trabalhos iniciais produzidos em Fortaleza, na Maraponga. O grupo ocupa as 13 salas do MAC CE e dimensiona, através de um potente percurso, um panorama da produção do artista. José Leonilson (1957-1993) legitimou dentro da produção contemporânea brasileira um importante legado, com uma obra que articula a projeção biográfica mediada pela subjetividade e pela ficção, produziu um conjunto capaz de relacionar diferentes técnicas, suportes e linguagens. Revela-se através de uma pontual visualidade, lapidada por um vigoroso desenho, pela organicidade do bordado ou por uma pintura livre do rigor formal, uma impactante obra.

 

Após 20 anos do falecimento do artista, a vitalidade e a atualidade das questões que permeiam a sua poética ainda são marcas fortes às quais fica difícil permanecer indiferente.

 

Visitação de terça a domingo, das 10h às 20h (acesso até às 19h30). Acesso Gratuito.

 

Biblioteca Leonilson

 

Espaço especializado em artes visuais com cerca de dois mil livros nas áreas de Fotografia, Design, Museologia, História da Arte, Arquitetura e Urbanismo, Moda e Arte Contemporânea.

Serviço: De terça a quinta, das 9h às 12h e das 14h às 18h. Sexta, das 14h às 18h. Gratuito.

Horário da Lojinha Dragão do Mar: terça a domingo, das 14h às 20h.

 

[Planetário]

Ingressos R$ 8,00 / 4,00

QUI E SEX  

 

O ABC do Sistema Solar

 

Em uma nave imaginária três crianças fazem uma viagem emocionante pelo Sistema Solar, visitam o sol, os planetas e a lua. Durante a viagem elas aprendem sobre a mitologia das constelações e as lendas astronômicas.  

18h

 

Explorando o Universo

 

Venha se aventurar numa fascinante viagem pelo universo, e com  Galileu, conheceremos os segredos do céu e suas descobertas científicas para o progresso da ciência.   

19h

 

Origens da Vida

 

Vamos mergulhar no desconhecido, e a partir das profundezas do oceano descobriremos as diversas origens da vida existentes em nosso planeta. Através do tempo e espaço viajaremos até o nascimento das primeiras estrelas.   

20h

 

SÁB E DOM   

 

O ABC do Sistema Solar

 

Em uma nave imaginária três crianças fazem uma viagem emocionante pelo Sistema Solar, visitam o sol, os planetas e a lua. Durante a viagem elas aprendem sobre a mitologia das constelações e as lendas astronômicas.  

17h

 

Explorando o Universo

 

Venha se aventurar numa fascinante viagem pelo universo, e com  Galileu conheceremos os segredos do céu e suas descobertas científicas para o progresso da ciência.   

18h

 

A Conquista do Espaço

 

Com Yuri Gagarin foi iniciada a corrida espacial, espaçonaves interplanetárias aventuraram-se em missões arriscadas à procura de mundos não revelados, em apenas 12 anos um sonho se torna realidade, e a maior conquista alcançada foi levar o ser humano à lua com o pouso da missão Apolo 11.   

19h

 

Origens da Vida

 

Vamos mergulhar no desconhecido e a partir das profundezas do oceano descobriremos as diversas origens da vida existentes em nosso planeta. Através do tempo e espaço viajaremos até o nascimento das primeiras estrelas.

20h

 

Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho

Av. Francisco Sá, 1801 – Jacarecanga 60010-450 – Fortaleza-CE

Informações e agendamento de visitas: (85) 3238.1244

 

Os espaços EAO funcionam de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Todos os espaços têm acesso livre e vagas limitadas.

 

A Escola de Artes e Ofícios é um Espaço privilegiado para pessoas que buscam formação profissional nas áreas de conservação, preservação, restauração, difusão e valorização do patrimônio cultural do Estado do Ceará.

 

ILHA DIGITAL:

 

A ilha digital da EAOTPS é disponibilizada para pesquisas, serviços de impressão, digitalização e periodicamente ministra curso básico de informática. O acesso à internet é gratuito.

 

BIBLIOTECA THOMAZ POMPEU SOBRINHO:

 

Aberta à comunidade, a Biblioteca EAOTPS conta com acervo em torno de 1.500 livros para consulta local nas áreas de Artes, Arquitetura, Patrimônio Cultural, Ofícios Tradicionais e Literatura.

+ Horário de Funcionamento: Segunda a sexta, de 8h às12h e 13h30min às 17h30min.

 

ATELIER DE XILOGRAVURA:

 

O ateliê de xilogravura da EAOTPS pode ser utilizado, mediante agendamento prévio, de segunda a sexta, no horário de 8h às 17h30min para atividades de impressão. Para conhecer as normas de utilização e agendar horário, os (as) interessados (as) podem entrar em contato com a Escola, pelo telefone: 3238 1808

 

LOJA DE ARTESANATO

 

Conheça alguns produtos desenvolvidos pelos alunos em cursos realizados na EAOTPS.

 

VISITA GUIADA:

 

Escolas, Instituições e grupos em geral podem agendar uma visita guiada para conhecer os diversos espaços da EAOTPS. Agende sua visita! Contato: (85)3238.1244.

Centro Cultural Bom Jardim

Rua 3 Corações, 400 – Bom Jardim

 

EXPOSIÇÃO

 

Mostra Bira de Arte

Curadoria: Maira Gutierres

 

A Mostra Bira de Artes apresenta a produção coletiva dos alunos da EEFM Dr. Ubirajara Índio do Ceará, realizadas no Laboratório de Produção de Imagens nos módulos de Desenho, Pintura e Fotografia ministrados pelos bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência-PIBID, junto ao Curso de Licenciatura em Artes Visuais do Instituto Federal do Ceará-IFCE.

 

A exposição permanecerá de 19 julho à 19 de agosto. Horário de visitação: 09hs às 12hs / 14h às 18h.

 

Dia 27 – sábado

 

Coletivo Grande Rock do Bom Jardim
Direção: Georgiano de Castro

 

O coletivo surge da união das bandas The Good Gardem, Yeah! E Harmônico Vulgar, com a participação do Blues boy Carlos Melo e do guitarrista Anderson Ãmsterdan. Essa reunião promove um processo coletivo criativo na busca de uma identidade cultural local e da sua valoração, ampliação e divulgação para todo o país. Estão reunidos nesse trabalho membros que são da primeira geração rocker da região, até as gerações mais atuais, somando suas experiências na busca de um novo som, com mais atitude, para dessa maneira da uma resposta positiva a visão negativa que tanto é repassada sobre os jovens e todo o conjunto dessa região da cidade. Sob o lema: – Respeite a si mesmo para que o mundo também possa lhe respeitar; o som da gente revelando nossa identidade. Surge esse coletivo que promete ser mais uma ação necessária e positiva entre a juventude do Grande Bom Jardim.

 

Dia 27, das 18h às 20h , no Teatro Marcus Miranda. Duração: 3h. Classificação livre.

 

[CINECLUBE]

 

Dia 27, às 16h
Programa 199
Animações para adultos 4

 

Filmes:

 

A espera
Dir.: Ernesto Solis; RJ, 2003, Animação, Colorido, 8 min.

 

Adeus
Dir.: Céu D’Ellia; SP, 1988, Animação, Colorido, 8 min.

 

De janela pro cinema
Dir.: Quiá Rodrigues; RJ, 1999, Animação, Colorido, 13 min.

 

Deus é pai
Dir.: Allan Sieber; RJ, 1999, Animação, Colorido, 3 min.

 

Espantalho
Dir.: Alê Abreu; SP, 1998, Animação, Colorido, 10 min.

 

Guerra dos bárbaros
Dir.: Júlia Manta; CE, 2001, Animação, Colorido, 10 min.

 

O anão que virou gigante
Dir.: Marão; RJ, 2008, Animação, Colorido, 9 min.

 

O Jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar
Dir.: Leo D e William Paiva; PE, 2007, Animação, Colorido, 11 min.

 

O pescador de sonhos
Dir.: Igor Pitta Simões; SC, 2006, Animação, Colorido, 10 min.

 

Terra
Dir.:  Sávio Leite; MG, 2008, Animação, Colorido, 5 min.

 

Dia 28 – domingo

 

LAGARTA PINTADA

Brincadeiras Infantis
Direção: Cristina Gadelha e Leticia Silva

 

Programa lúdico-educativo que proporciona ao público infantil momentos de lazer e criação através de atividades de pintura e desenho livre, jogos, cantigas de roda e brincadeiras da cultura tradicional popular.

+ Dia 28, às 16h. Duração: 2h, Classificação: Livre.

 

Hybris Humanidade Perdida
Grupo: Cia de Teatro Reinventar / Direção: Rafael Melo

 

A hybris revela um sentimento de arrogância, de soberba e de orgulho, que leva os heróis da tragédia à insubmissão e à violação das leis dos deuses, da família ou da natureza. Que aludia a um desprezo temerário pelo espaço pessoal alheio, unido à falta de controle sobre os próprios impulsos, sendo um sentimento violento inspirado pelas paixões exageradas, consideradas doenças pelo seu caráter irracional e desequilibrado, e concretamente por até (a fúria ou o orgulho). Opõe-se à sofrósina, a virtude da prudência, do bom senso e do comedimento. A Hybris Humanidade Perdida nos conta a historia e fatos de pessoas que passaram por vários tipos de violência trazendo para o publico as seguintes perguntas, o que se passa na cabeça de um infrator? Quais as marcas que ficam nas pessoas lesionadas pelo mesmo? E uma serie de questionamentos de o que podemos fazer para melhorar nosso mundo?Onde estão os órgão responsáveis? etc.

+ Dia 28, às 19h, no Teatro Marcus Miranda. Duração: 60 min. Classificação 12 anos. Gratuito.

 

[CINECLUBE]

Dia 28, às 15h
Programa 25
Curtas infantis 1 – Censura: Livre

 

Filmes:

 

Alma carioca – Um choro de menino
Dir.: William Côgo; RJ, 2002, Animação, Colorido, 5 min.

Disfarce explosivo
Dir.:  Mário Galindo; SP, 2000, Animação, Colorido, 7 min.

 

Historietas assombradas (para crianças malcriadas)
Dir.: Victor-Hugo Borges; SP, 2005, Animação, Colorido, 15 min.

 

Isabel e o cachorro flautista
Dir.: Christian Saghaard; SP, 2004, Ficção, Colorido, 14 min.

 

Mitos do mondo: como surgiu a noite?
Dir.:  Andrés Lieban; RJ, 2005, Animação, Colorido, 6 min.

 

O nordestino e o toque de sua lamparina
Dir.: Ítalo Maia; CE, 1998, Animação, Colorido, 8 min.

 

O tamanho que não cai bem
Dir.: Tadao Miaqui; RS, 2001, Animação, Colorido, 9 min.

 

26.07.2013

 

Assessoria de Comunicação e Marketing do IACC

Luciana Vasconcelos – 85 3488.8625