Estado vai construir mais seis adutoras emergenciais

11 de outubro de 2013

O Ministério da Integração Nacional liberou nesta quinta-feira (10) recursos da ordem de R$15.461.943,01 para a construção de seis sistemas de adutoras emergenciais que atenderão as cidades de Fortim, Pacujá/Graça, Parambu, Pindoretama, Potengi e Campos Belos (Caridade). A liberação foi publicada no Diário Oficial da União dois dias depois que o Secretário Chefe do Gabinete do Governador, Danilo Serpa, esteve em Brasília com o Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira para pedir a ampliação da quantidade de adutoras de montagem rápida no Estado. Juntos, os novos sistemas somam 85,9km de extensão e serão executados pela Secretaria de Recursos Hídricos do Estado e Cogerh.

 

O estado do Ceará vem realizando diversas ações para enfrentar o atual quadro crítico de escassez hídrica. Dentre estas ações se destaca a construção de adutoras de montagem rápida para abastecimento de água dos centros urbanos que se encontram em crise de abastecimento de água em decorrência da estiagem.

 

O projeto de adutoras emergenciais foi concebido com a utilização de tubos fabricados em Aço corten, material que tem em sua composição elementos que melhoram suas propriedades anticorrosivas. O fabricante estima a durabilidade média dos tubos de 10 anos, portanto após esta crise, os equipamentos ficarão a disposição do Estado para ações emergenciais de abastecimento, pois os mesmos poderão ser reutilizados em locais distintos. Os tubos contam com sistema de engate rápido e junta travável, que permite a montagem de canalizações auto-ancoradas na superfície do terreno, dispensando a abertura de valas. Estas especificações possibilitam maior agilidade na montagem dos tubos, bem como redução nos custos com transporte e estocagem.

 

O Estado adquiriu 98 km de tubos e contratou as obras para realização de 7 (sete) sistemas adutores, que custaram ao tesouro estadual R$ 19.287.402,79, com a finalidade de evitar o colapso no abastecimento de diversos centros urbanos no estado do Ceará.

 

Adutoras Emergenciais de Crateús e Canindé

 

Na última sexta-feira (04) o Governador Cid Gomes entregou a população de Canindé, no Sertão Central, uma adutora emergencial. Em sua construção o Governo do Estado investiu cerca de R$ 5,56 milhões. A obra é ligada ao açude Escuridão, que compõe a bacia hidrográfica do Curu, e beneficiará uma população de aproximadamente 46.875 habitantes. A adutora funcionará com uma vazão de 95 litros de água por segundo.

 

A população de Crateús, no Sertão de Crateús, também foi beneficiada com a construção de uma adutora emergencial. O sistema, de engate rápido, conta com infraestrutura hídrica de 13 quilômetros e leva água do açude Carnaubal até a estação de tratamento de água. Cerca de 70 mil pessoas estão sendo beneficiadas com a entrega.

 

11.10.2013

Coordenadoria de Comunicação do Governo do Estado

85 3466.4898