Cinturão das Águas: Cid Gomes faz reunião neste sábado (11), em Brejo Santo

10 de Janeiro de 2014

O governador Cid Gomes fará reunião neste sábado (11), na Câmara Municipal de Brejo Santo, no Cariri, para monitorar o andamento das obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC). A cada 15 dias, o Governador faz reunião para o CAC – uma em Fortaleza e outra em algum município pelo qual a obra passará.  O Cinturão das Águas tem 1.300 km de extensão e está orçado em R$ 7 bilhões.

 

A primeira etapa está em execução e a previsão é que ela seja concluída até o fim de 2014. “O primeiro trecho de 150 km começa em Jati, numa barragem que vai receber as águas da transposição do rio São Francisco, que passa pelos municípios de Brejo Santo, Porteiras, Abaiara, Missão Velha, Barbalha, Crato, chegando até Nova Olinda e lá numa primeira grande descarga que é no rio Cariús, que vai banhar os municípios de Farias Brito, Cariús, Jucás, Iguatu, Quixelô, chegando até Orós. Na barragem do Orós, que vai trabalhar sempre na sua vazão de acumulação máxima, para que a gente possa passar por períodos de seca tendo água necessária pra que a gente não passe por privações”, explica Cid Gomes.

 

Essa primeira etapa tem investimento total de R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão de recursos federais e R$ 393,5 milhões de contrapartida do Governo Estadual. O Trecho autorizado beneficiará os municípios de Jati, Porteiras, Brejo Santo, Abaiara, Mauriti, Barbalha, Crato, Milagres, Nova Olinda, Farias Brito, Lavras da Mangabeira, Aurora, Cariús, Iguatu, Quixelô, Icó e Orós. A obra vai garantir a segurança hídrica do Estado para que o Ceará não sofra um colapso no abastecimento de água.

 

Com 158 km de extensão, o primeiro trecho do CAC vai levar água do reservatório Jati, no Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco para toda a região do Cariri, passando pelo rio Cariús, afluente do Jaguaribe, chegando até o açude Orós. Trata-se de um amplo sistema, a partir de um canal principal com 30 m³/s de vazão, capaz de abastecer 17 municípios cearenses com água para consumo humano, hidratação animal e também para promoção da agricultura irrigada e de atividades industriais.

 

10.01.2014

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil – 85 3466.4898

comunicacao@casacivil.ce.gov.br