Ceará gera 50,2 mil novos empregos em 2013

21 de Janeiro de 2014

Em 2013, o Ceará foi responsável pela geração de 50.206 empregos celetistas, o que representou um aumento anual de 4,41%, resultado superior ao registrado em 2012 (41.009), considerando a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Os números são provenientes da expansão do emprego principalmente nos setores de serviços (20.144), do comércio (12.899), da construção civil (7.015) e da indústria de transformação (6.929).

 

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados hoje (21/1), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Ceará (SRTE/CE).

 

“Percebemos que, em 2013, o Ceará alcançou um bom resultado, demonstrando uma expansão na geração de empregos. O estado foi o segundo maior gerador de vagas do Nordeste, atrás somente da Bahia, com 51.270 postos de trabalho”, analisa o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Gilvan Mendes.

 

21.01.2014

 

Assessoria de Comunicação do IDT
Ana Clara Braga – 85 3101.5500
anaclara@idt.org.br