Profissionais são preparados em teste rápido de sífilis e HIV

22 de Janeiro de 2014

Profissionais de saúde dos municípios da 16ª região de saúde participarão nos meses de janeiro e fevereiro da Capacitação para Executores em Teste Rápido para Sífilis e HIV e Aconselhamento em DST/Aids na Atenção Básica, oferecida pela Secretaria da Saúde do Estado. Serão três capacitações, nos dias 28, 29 e 30 deste mês em Granja, com participação de profissionais de Martinópole, 18, 19 e 20 de fevereiro em Camocim e nos dias 24, 25 e 26, também em fevereiro, para os municípios de Barroquinha e Chaval. A capacitação prepara os profissionais de saúde para o acolhimento, aconselhamento e utilização de testes rápidos.

 

O resultado do teste rápido tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório. O teste de aids não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo o momento. O aconselhável é que quem tenha passado por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido, faça o exame. Após a infecção pelo HIV, o sistema imunológico demora cerca de um mês para produzir anticorpos em quantidade suficiente para serem detectados pelo teste. Por conta disso, é melhor fazer o exame após esse período.

 

Os kits para a realização do teste rápido de HIV são fornecidos pelo Ministério da Saúde, que envia, em média, 22 mil testes por mês para o Ceará. Nos procedimentos de rotina, o teste rápido é realizado em gestantes na primeira consulta de pré-natal nas unidades de atenção básica. Também é oferecido teste rápido nas unidades básicas à população indígena e populações flutuantes (caminhoneiros, artistas de circo, ciganos).

 

22.01.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara