Empresa cearense PISCIS é finalista de premiação nacional em Empreendedorismo Sustentável

11 de fevereiro de 2014

A empresa cearense PISCIS está entre as dez finalistas da sétima edição do Prêmio Ozires Silva de empreendedorismo Sustentável na categoria Empreendedorismo Ambiental. O prêmio identificará e premiará os melhores projetos nas áreas de empreendedorismo e sustentabilidade que contribuam para o desenvolvimento da sociedade. O resultado será divulgado dia 12 de fevereiro.

 

Sustentabilidade e empreendedorismo são características que definem bem o projeto apresentado pela PISCIS. Por meio de um sistema a vácuo, instalado em um caminhão, a empresa realiza a coleta de vísceras da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), que seriam descartadas por produtores na região do Açude Castanhão, em Jaguaribara (CE).

 

Após a coleta, o material é processado e é retirado um óleo rico em Ômega 6, que é utilizado na produção de rações balanceadas para aves e suínos. O óleo produzido é vendido para indústrias de ração animal. Em 2013, a Piscis movimentou cerca de 900 toneladas de vísceras, produzindo cerca de 300 mil litros de óleo.

 

“O apoio aos projetos de inovação que tivemos junto à Funcap foram fundamentais para o desenvolvimento tecnológico na empresa, nos avanços na produção, nas conquistas de  mercado e contribuiu nos reconhecimentos que a empresa teve nos últimos anos na participação de programas e eventos, e nas premiações da empresa nos prêmios de Inovação da CNI e da FINEP”, afirma André Siqueira, um dos sócios da empresa.

 

Apoio da Funcap

 

No edital nº 06/2013 – Programa de Apoio à Pesquisa em Empresas – PAPPE Integração, da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), a empresa aprovou o projeto “Desenvolvimento de sistema para biodigestão com uso de efluentes residuais do processamento das vísceras de tilápia do nilo (Oreochromis niloticus) e carcaças de peixes mortos”.

 

O objetivo do projeto é desenvolver processos e equipamentos especiais para o tratamento prévio do efluente do processamento das vísceras e das carcaças de peixes mortos. Além disso, visa desenvolver um sistema adequado de biodigestão, interligando os processos e equipamentos, aplicando, ainda, tecnologia de digestão anaeróbica para o processamento dos resíduos do pescado, visando à produção de biogás, reduzindo impactos ambientais e gerando uma fonte de energia.

 

De acordo com André, a piscicultura enfrenta sérios problemas quanto à destinação adequada das carcaças de peixes que morrem durante o processo produtivo. “Diante dessa problemática, propomos o referido projeto com objetivo de aproveitar esse material, reduzir o impacto ambiental e gerar negócios. A solução para esse problema pela PISCIS beneficia todos os envolvidos na cadeia produtiva, e fortalece os nossos vínculos com os produtores”, afirma.

 

A empresa contou com o apoio Funcap em outros dois projetos. “Aproveitamento integral dos resíduos do beneficiamento da tilápia: óleo animal, concentrado protéico e/ou composto orgânico”, foi aprovado no edital nº 08/2009 – Fundo de Inovação Tecnológica (FIT).

 

Em 2011, a empresa foi contemplada no edital nº 10/2011 – Pappe Integração – 2ª chamada, com o projeto “Desenvolvimento de sistema adequado para coleta e transporte de vísceras de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus)”.

 

De acordo com André, a sistemática adotada pela empresa para a coleta e o transporte das vísceras era um grande entrave para a expansão da área de abrangência das coletas realizadas, além do comprometimento da qualidade das vísceras no destino final, a sede da PISCIS.  Assim, foi desenvolvido o sistema a vácuo instalado em um caminhão, citado no início da matéria.

 

“Os editais de subvenção econômica são excelentes oportunidades para as empresas, através deles a pesquisa e desenvolvimento são estimulados, na medida em que o Governo participa dos riscos junto com a empresa”, afirma André.

 

Premiações

 

A PISCIS é nacionalmente reconhecida pelo seu trabalho inovador. O projeto “Piscicultura sustentável: dos resíduos à geração de energia” foi o 2º lugar na categoria Inovação Sustentável, na região Nordeste, do Prêmio Finep de Inovação 2013. Em 2012, na mesma premiação, o projeto ficou em 3º lugar.

 

Em 2011, a empresa recebeu o Prêmio Nacional de Inovação, concedido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), na categoria de Desenvolvimento Sustentável – Pequenas e Médias Empresas. Também em 2011, a PISCIS foi apresentada como case de destaque durante a XI Conferência da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI), realizada em Fortaleza.

 

11.02.2014

 

Assessoria de Comunicação da Funcap
Telefone: (85) 3275.9629
www.funcap.ce.gov.br